1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Acompanhe o dia de greve no metrô

Paralisação é contra privatização das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro do metrô, cujo leilão foi suspenso na tarde desta quarta, conforme adiantou a coluna Direto da Fonte

Dezenas de estações do Metrô amanheceram fechadas em São Paulo na manhã desta quinta-feira, 18, por conta de uma greve confirmada em assembleia realizada pelo Sindicato dos Metroviários de São Paulo. 

O protesto, segundo os sindicalistas, é contra a privatização das linhas 5-Lilás e 17-Ouro, cujo leilão estava marcado para ocorrer na sexta-feira, 19, mas foi suspenso pela Justiça. A greve deve durar 24 horas, de acordo com o anúncio feito pelos metroviários. 

Por causa da confirmação de greve dos metroviários, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) informou que suspendeu o rodízio municipal de veículos e a cobrança de Zona Azul na capital. Carros com placas final 7 e 8 poderão circular pelo Centro expandido normalmente durante todo o dia. 

 




Minuto a Minuto