Quarta-feira, 13 de Novembro de 2002, 18:41 | Online

Marcelo Yuka sai do Rappa

Agora é oficial. Depois dos boatos, nas últimas semanas, de que o baterista Marcelo Yuka estaria se desvinculando do grupo O Rappa, a notícia foi confirmada. A banda deve emitir um comunicado sobre o desligamento por meio de sua gravadora, a Warner, nos próximos dias. O principal motivo da saída de Yuka – compositor do grupo e atualmente dedicando-se aos teclados, depois de ter ficado impossibilitado de tocar bateria após ser baleado em novembro de 2000 – são seus projetos paralelos.


Yuka sempre manteve interesses fora do grupo, principalmente depois do acidente, quando ficou afastado de muitas das turnês. Nos últimos dois anos, ele passou a desenvolver intensa colaboração com outros artistas, como Elza Soares, Max de Castro e Ivo Meirelles.


Neste ano, ele começou a realizar suas primeiras experiências solo. Yuka faria a estréia ao vivo de seu projeto solo – voltado para o estilo dub, uma derivação do reggae – em um show em agosto em São Paulo, mas acabou cancelando a apresentação em cima da hora.


A saída de Yuka põe fim à discussão dentro do grupo. O artista vinha discutindo com os outros membros da banda nos últimos meses. O Rappa passa agora a ser liderado pelo vocalista Falcão (que era quem mais fazia objeção às atividades paralelas de Yuka), e deve lançar seu quinto disco em abril do ano que vem.


A baixa no Rappa é a segunda em poucos dias vivida pelo mundo pop brasileiro. Há uma semana, o baixista Canisso também se desligou de sua banda, Os Raimundos, alegando que os outros integrantes não o estavam respeitando. Antes dele, o vocalista Rodolfo também deixou Os Raimundos.

    Publicidade: