Terça-feira, 30 de Setembro de 2003, 20:07 | Online

Martins Fontes lança coleção Roland Barthes

Considerado um dos mais importantes críticos literários, o
semiólogo Roland Barthes estudou as atitudes sociais e cotidianas e
trabalhou em uma ciência geral dos signos. Morto tragicamente em 1980,
atropelado numa rua parisiense, deixou uma extensa obra, que inclui os
livros Como Viver Junto e O Neutro, inéditos no Brasil, e Fragmentos de um
Discurso Amoroso, que serão lançados pela editora Martins Fontes nesta quarta-feira,
quarta feira.

Os livros fazem parte da Coleção Roland Barthes, que reúne importantes obras
do autor. Destacam-se os livros dos Cursos do Collège de France,
recentemente publicados em francês, como é o caso de Como Viver Junto
(R$42,50; 404 p.) e O Neutro (R$47,50; 470p.), e quatro volumes temáticos já
programados, contendo artigos até agora esparsos e nunca traduzidos no
Brasil.

Entre os já publicados no Brasil, chama a atenção a nova edição do mais
popular de seus escritos, Fragmentos de um Discurso Amoroso (R$ 37,50;
368p.), uma espécie de dicionário das relações amorosas, com tradução de
Márcia Valéria Martinez de Aguiar.

A coleção é dirigida e organizada por Leyla Perrone-Moisés, uma das mais
respeitadas divulgadoras do pensamento de Barthes no Brasil. O projeto
gráfico, de autoria de Marcos Lisboa, traz em suas capas reproduções de
ilustrações do próprio Roland Barthes.

O lançamento da coleção acontece às 20 horas do dia 1.° no Centro
Universitário Maria Antonia, na rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque.





    Publicidade: