Sexta-feira, 20 de Julho de 2001, 18:15 | Online

Inmetro rejeita marcas de ração para cães e gatos

O consumidor que tem um animal de estimação, seja gato ou cachorro, deve ficar atento ao último teste realizado pelo Inmetro. Na análise de rações, foram reprovadas 11 marcas. O principal problema é com a rotulagem.

Na hora de adquirir ração para os cães e gatos domésticos é recomendável levar em consideração o resultado da pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro). De acordo com um teste nacional, 11 das 22 analisadas marcas de ração foram reprovadas. A avaliação da qualidade não vê diferenças no produto nacional e importado, apesar das marcas estrangeiras custarem, em média, o dobro das produzidas no Brasil.

Os ensaios realizados verificaram diversas características das amostras dos produtos analisados, como a presença de contaminações microbiológicas ou micotoxinas, a quantidade de cálcio e os valores de parâmetros físico-químicos. Foram verificadas, também, as informações prestadas pelos fabricantes nos rótulos das embalagens, no que diz respeito aos valores nutricionais do produto e, ainda, se as amostras analisadas atendem aos padrões de qualidade e identidade estabelecidos pela legislação vigente (conformidade à norma).

A pesquisa atendeu à demanda dos consumidores, segundo as solicitações registradas na Ouvidoria do Inmetro. A escolha das marcas baseou-se nas rações mais comercializadas no País. Embora a análise classifique a qualidade da ração como boa, há falhas na rotulagem desses produtos, no que diz respeito às informações aos consumidores em 4 rações de cães Bacán, Frolic, Pedigree e Biriba-Floc (nacionais).

Na análise de ração para gatos, duas foram consideradas não conformes ao parâmetro fibra bruta, a Petis Cat e a Royal Canin. Nas duas, o valor foi ultrapassado em aproximadamente 30%. Também foram apontados erros na rotulagem, quanto às informações aos consumidores, em 7 marcas: Petis Cat, Le Roy, Top Cat, Gatsy (nacionais), Ron Ron, IAMS-Cat Food e Royal Canin (importadas).

Segundo a engenheira de análise de produtos do Inmetro, Ana Luisa Guéron, responsável pelos teste, as informações deficientes de rotulagem podem ser separadas em dois grupos: informações que não estão de acordo com os valores determinados pela legislação, não atendendo aos parâmetros estipulados pela norma; e informações que não representam os reais resultados da análise, induzindo o consumidor a crer que aquele produto é superior aos outros, já que estipula valores mais restritivos, não atingidos na prática.

As marcas Friskies, Eukanuba, Big Boss, Royal Canin (cães), Bonzo, Pro Plan, Pitukão, Ringo, Cat Chow, Whiskas e Gatto estão em conformidade com os critérios técnicos do teste do Inmetro.


Os fabricantes se justificam


O Inmetro recebeu das empresas fabricantes as seguintes respostas ao teste:

- Royal Canin: comparará as análises realizadas na França com as atuais, antes de se posicionar.

- Bacán: o rótulo do produto está sendo atualizado junto ao Ministério da Agricultura.

- Pedigree: as embalagens serão corrigidas.

- IAMS do Brasil: uma pequena diferença de leituras entre valores máximos e mínimos pode ser conseqüência do método de análise aplicado.

- Le Roy: no decorrer do ano passado foram realizadas análises de lotes do produto e a média de cálcio foi de 1,35%, não tendo sido encontrado qualquer valor próximo ao divulgado pelo Inmetro.

- Ron Ron: o produto não é mais comercializado no Brasil.

- Birica Floc e Top Cat: as amostras produzidas no ano passado revelaram-se adequadas ao intervalo estabelecido na rotulagem.

- Frolic: Teor de umidade - Frolic é um alimento semi-úmido e, portanto, não se enquadra nesta categoria. Eventuais variações pontuais podem ocorrer, mas são corrigidas de imediato no processo ajustando-se as receitas.

- Gatsy: o rótulo já foi corrigido.

- Petis Cat: empresa afirma estar tomando as devidas providências para o ajuste dos níveis de garantia.


Resultado do teste




RAÇÃO PARA CÃES

 

Ensaios
 


Marcas

Microbiológicos

Físico-Químicos

Metais

Micotoxinas

Rotulagem

Conclusão


Eukanuba

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Bacán

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Frolic

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Big Boss

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Royal Canin

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Bonzo

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Pro Plan

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Pitukão

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Pedigree

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Ringo

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Biriba-Floc

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme





 


RAÇÃO PARA GATOS

 

Ensaios
 


Marcas

Microbiológicos

Físico-Químicos

Metas

Micotoxinas

Rotulagem

Conclusão


Petis Cat

Conforme

Não Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Cat Chow

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Whiskas

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Friskies

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme


Ron Ron

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Le Roy

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


IAMS – Cat Food

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Top Cat

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Royal Canin

Conforme

Não Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Gatsy

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Não Conforme

Não Conforme


Gatto

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme

Conforme





:

    Publicidade: