Ofuscante Barça

danielpiza

18 Dezembro 2011 | 10h47

Deu o esperado: show, goleada, chocolate. O Barcelona venceu com facilidade o Santos, com mais de 70% de posse de bola, o dobro de finalizações e, claro, várias jogadas de técnica e beleza com Xavi, Iniesta, Daniel Alves (sim, como não?) e ele, Messi, autor de dois golaços, ofuscando Neymar completamente. O Santos cometeu o erro que tantos cometem contra o melhor time do mundo: ficou assistindo sua troca de bola, passes rápidos e, no momento adequado, incisivos. Não tinha marcação forte nem contra-ataque consistente. Ganso se destacou pela indolência mais uma vez. Neymar perdeu gol cara a cara e em duas boas ocasiões perdeu a bola por preciosismo. Como um todo, a equipe mal pegou na bola e, quando pegou, não teve calma, lucidez, autoconfiança; a tônica era a ansiedade, a precipitação. Justissimamente, o Barcelona venceu com muita classe e poderia ter feito mais. E Messi de novo mostrou por que é o melhor.