Veja a cobertura do incêndio que matou 231 pessoas em Santa Maria (RS)

luisbovo

27 Janeiro 2013 | 12h13

22h28 – A estudante do  segundo ano de engenharia, Ana Paula Soares Müller, de 19 anos, está entre os sobreviventes do incêndio. Acompanhada de uma amiga, da irmã, e de mais cinco conhecidos, ela conta como começou o incêndio, fala da dificuldade de sair do local  e da tristeza de ver amigos mortos: um dos colegas que a acompanhavam morreu após uma parada cardíaca. Ouça entrevista.

 

20h53 – O Instituto-Geral de Perícias (IGP) realizou a identificação de 231 vítimas do incêndio que aconteceu na madrugada deste domingo, 27, em Santa Maria, Rio Grande do Sul. A relação,  preliminar, foi divulgada pelo governo do Estado.  Veja os nomes abaixo:

Identificados por Reconhecimento
Alan Rembem de Oliveira 

Alexandre Anes Prado 
Alex Giacomelli 
Alisson Oliveira da Silva 
Allana Willers 
Ana Carolini Rodrigues 
Ana Paula Anibaleto dos Santos 
André Cadore Bosser 
Andressa Inafa de Moura Ferreira 
Andressa Roaz Paz 
Andressa Thalita Farias Brissow 
Andrieli Righi da Silva 
Andrise Farias Nicoletti 
Ângelo Nicolosso Aita 
Ariel Nunes Andreatta 
Augusto Cesar Neves 
Augusto Malezan de Almeida Gomes 
Augusto Sergio Krauspenhar da Silva 
Bárbara Moraes Nunes 
Benhur Retzlaff Rodrigues 
Bernardo Carlo Kobe 
Bibiana Berleze 
Brady Adrian Gonçalves Silveira 
Bruna Brondani Pafhalia 
Bruna Camila Graeff 
Bruna Karoline Gecai 
Bruno Kraulich 
Camila Cassulo Ramos 
Carlitos Chaves Soares 
Carolina Simões Corte Real 
Cássio Garcez Biscaino 
Cecília Soares Vargas 
Clarissa Lima Teixeira 
Crisley Caroline Saraiva Freitas da Palma 
Cristiane Quevedo da Rosa 
Daniel Knabbem da Rosa 
Daniel Sechim 
Daniela Betega Ahmadw 
Daniele Dias de Mattos 
Danilo Brauner Jaques 
Danriei Darin 
David Santiago de Souza 
Débora Chiappa Forner 
Deives Marques Gonçalves 
Diego Comim Silvéster 
Dionatham Kamphorst Paulo 
Douglas da Silva Flores 
Dulce Ranieri Gomes Machado 
Elizandor Oliveira Rolin 
Emerson Cardoso Pain 
Emili Contreira Nicolow 
Erika Sarturi Becker 
Evelin Costa Lopes 
Fábio José Cervinski 
Felipe Vieira 
Fernanda Tischer 
Fernando Michel Devagarins Parcianello 
Fernando Pellin 
Flávia Decarle Magalhães 
Gabriela Corcine Sanchotene 
Gabriela dos Santos Saenger 
Geni Lourenço da Silva 
Gilmara Quintanilha Oliveira 
Giovane Krauchemberg Simões 
Greicy Pazzini Bairro 
Guilherme Fontes Gonçalves 
Guino Ramom Brites Burro 
Gustavo Ferreira Soares 
Heitor Teixeira Gonçalves 
Helena Poletto Dambros 
Helio Trentin Junior 
Henrique Nemitz Martins 
Herbert Magalhães Charão 
Hericson Ávila dos Santos 
Igor Stefhan de Oliveira 
Ilivelton Martins Koglin 
Isabela Fiorini 
Ivan Munchem 
Jacob Francisco Thiele 
Jaderson da Silva 
Janaina Portella 
Jennefer Mendes Ferreira 
Jéssica Almeida Kongen 
João Aluisio Treuliebe 
João Carlos Barcellos Silva 
João Paulo Pozzobom 
João Renato Chagas de Souza 
José Luiz Weiss Neto 
José Manoel Rosa da Cruz 
Juliana Moro Medeiros 
Juliana Oliveira dos Santos 
Juliana Sperone Lentz 
Juliano de Almeida Farias 
Karen Fernanda Knirsch 
Kelen Aline Karsten Favarin 
Kellen Pereira da Rosa 
Kelli Anne Santos Azzolin 
Larissa Hosbach 
Lauriani Salapata 
Leandro Avila Leivas 
Leandro Nunes da Silva 
Leonardo de Lima Machado 
Leonardo Lemos Karsburg 
Leonardo Machado de Lacerda 
Leonardo Schoff Vendrúsculo 
Letícia Vasconcellos 
Lincon Turcato Carabagiale 
Louise Victoria Farias Brissow 
Luana Behr Vianna 
Luana Faco Ferreira 
Lucas Fogiato 
Lucas Leite Teixeira 
Luciane Moraes Lopes 
Luciano Ariel Silva da Silva 
Luciano Tagliapetra Esperidião 
Luiz Antonio Xisto 
Luiz Carlos Ludin de Oliveira 
Luiz Eduardo Viegas Flores 
Luiz Felipe Balest Piovesan 
Luiz Fernando Riva Donate 
Luiz Fernando Rodrigues Wagner 
Luiza Alves da Silva 
Maicon Afrolinario Cardoso 
Maicon Douglas Moreira Iensen 
Maicon Francisco Evaldt 
Manuele Moreira Passamane 
Marcelo de Freitas Salla Filho 
Marcos André Rigoli 
Marfisa Soares Caminha 
Mariana Comassetto do Canto 
Mariana Machado Bona 
Mariana Moreira Macedo 
Mariana Pereira Freitas 
Marilene Iensen Castro 
Marina de Jesus Nunes 
Marina Kertermann Kalegari 
Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre 
Marton Matana 
Matheus de Lima Librelotto 
Matheus Engert Rebolho 
Matheus Pacheco Brondani 
Mauricio Loreto Jaime 
Melissa Bergemeier Correia 
Melissa do Amaral Dalforno 
Merylin de Camargo dos Santos 
Michele Dias de Campos 
Micheli Froehlich Cardoso 
Miguel Webber May 
Mirella Rosa da Cruz 
Monica Andressa Gla 
Murilo de Souza Barone Silveira 
Murilo Garcez Fumaco 
Natana Pereira Canto 
Natascha Oliveira Urquiza 
Natiele dos Santos Soares 
Neiva Carina de Oliveira Marin 
Odomar Gonzaga Noronha 
Otacílio Altíssimo Gonçalves 
Patrícia Pazzini Bairro 
Paula Batistela Gatto 
Paula Porto Rodrigues Costa 
Paula Simone Melo Prates 
Pedro de Oliveira Salla 
Pedro Morgental 
Priscila Ferreira Escobar 
Rafael de Oliveira Dorneles 
Rafael Dias Ferreira 
Rafael Paulo Nunes de Carvalho 
Rafael Quilião e Oliveira 
Rafaela Schimidt Nunes 
Raquel Daiane Fischer 
Rhaissa Gross Cúria 
Rhuan Scherer de Andrade 
Ricardo Custódio 
Ricardo Dariva 
Ricardo Stefanello Piovesan 
Robson Van der Hahn 
Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa 
Roger Barcellos Farias 
Roger Dallanhol 
Rogério Cardoso Ivaniski 
Rogério Floriano Cardoso 
Rosabe Fernandes Rechermann 
Ruan Pendenza Callegari 
Sabrina Soares Mendes 
Sandra Victorino Goulart 
Shaiana Tauchem Antoline 
Silvio Beurer Junior 
Stefane Posser Simeoni 
Suziele Cassol 
Tailan Rembem de Oliveira 
Taís da Silva Scaplin de Freitas 
Taize Santos dos Santos 
Tanise Lopes Cielo 
Thailan de Oliveira 
Thais Zimermann Darif 
Thanise Correa Garcia 
Thiago Amaro Cechinatto 
Tiago Dovigi Cegabinaze 
Uberafara Soares Bastos Junior 
Vagner Rolin Marastega 
Vandelcork Marques Lara Junior 
Vanessa Vancovicht Soares 
Victor Datria Mcagnam 
Victor Martins Shimitz 
Vinicios Greff 
Vinicios Paglnossim de Moraes 
Vinicius Silveira Marques de Mello 
Vinissios Montardo Rosado 
Vitória Dacorso Saccol 
Walter de Mello Cabistani 



Identificados pela Perícia Necropapiloscópia
Andressa Ferreira 

Bruna Eduarda Neu 
Carlos Alexandre dos Santos Machado 
Dulce Raniele Gomes Machado 
Flávia Maria Torres Lemos 
Franciele Soares Vargas 
Francielli Araujo Vieira 
FrancileVizioli 
Julia Cristofali Saul 
Leandra Fernandes Toniolo 
Letícia Ferraz da Cruz 
Luiza Batistella Puttow 
Maria Mariana Rodrigues Ferreira 
Merylin de Camargo dos Santos 
Monica Andressa Glanzel 
Neiva Carina de Oliveira Marin 
Pâmella de Jesus Lopes 
Sandra Leone Pacheco Ernesto 
Taise Carolina Vinas Silveira 
Viviane Tólio Soares 
Larissa Terres Teixeira 
Heitor Santos Oliveira Teixeira

 

 

 

20h06: “Estamos aqui na reitoria da UFSM, fazendo um levantamento dos alunos na lista disponibilizada pelo governo do estado, no site da Secretaria de Segurança Pública. Na primeira listagem, com 123 mortos, 58 eram alunos da Instituição, maioria da agronomia e da tecnologia de alimentos. Agora estamos conferindo a nova listagem de 80.” A informação, publicada na página no Facebook do Diário de Santa Maria,  é do  pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Santa Maria, Orlando Fonseca.

19h35: O governo do Rio Grande do Sul divulgou uma nova lista com as vítimas do incêndio na boate Kiss que foram identificadas. Abaixo, os 184 nomes:

Alan Rembem de Oliveira

Alexandre Anes Prado

Alisson Oliveira da Silva

Allana Willers

André Cadore Bosser

Andressa Inafa de Moura Ferreira

Andressa Thalita Farias Brissow

Ângelo Nicolosso Aita

Ariel Nunes Andreatta

Augusto Cesar Neves

Augusto Malezan de Almeida Gomes

Augusto Sergio Krauspenhar da Silva

Bárbara Moraes Nunes

Benhur Retzlaff Rodrigues

Bernardo Carlo Kobe

Bibiana Berleze

Bruna Brondani Pafhalia

Bruna Camila Graeff

Bruno Kraulich

Camila Cassulo Ramos

Carlitos Chaves Soares

Carolina Simões Corte Real

Cássio Garcez Biscaino

Cecília Soares Vargas

Clarissa Lima Teixeira

Daniel Knabbem da Rosa

Daniel Sechim

Daniela Betega Ahmadw

Daniele Dias de Mattos

Danilo Brauner Jaques

Danriei Darin

David Santiago de Souza

Débora Chiappa Forner

Deives Marques Gonçalves

Diego Comim Silvéster

Dionatham Kamphorst Paulo

Douglas da Silva Flores

Elizandor Oliveira Rolin

Emerson Cardoso Pain

Erika Sarturi Becker

Evelin Costa Lopes

Fábio José Cervinski

Felipe Vieira

Fernanda Fischer

Fernando Michel Devagarins Parcianello

Fernando Pellin

Flávia Decarle Magalhães

Franciele Soares Vargas

Gabriela Corcine Sanchotene

Gabriela dos Santos Saenger

Geni Lourenço da Silva

Giovane Krauchemberg Simões

Greicy Pazzini Bairro

Guilherme Fontes Gonçalves

Guino Ramom Brites Burro

Gustavo Ferreira Soares

Heitor Santos Oliveira

Heitor Teixeira Gonçalves

Helio Trentin Junior

Henrique Nemitz Martins

Herbert Magalhães Charão

Hericson Ávila dos Santos

Igor Stefhan de Oliveira

Ilivelton Martins Koglin

Ivan Munchem

Jacob Francisco Thiele

Jaderson da Silva

Janaina Portella

João Aluisio Treuliebe

João Carlos Barcellos Silva

João Paulo Pozzobom

João Renato Chagas de Souza

José Luiz Weiss Neto

José Manoel Rosa da Cruz

Juliana Moro Medeiros

Juliana Oliveira dos Santos

Juliana Sperone Lentz

Juliano de Almeida Farias

Kellen Pereira da Rosa

Kelli Anne Santos Azzolin

Larissa Terres Teixeira

Lauriani Salapata

Leandro Avila Leivas

Leandro Nunes da Silva

Leonardo de Lima Machado

Leonardo Lemos Karsburg

Leonardo Machado de Lacerda

Leonardo Schoff Vendrúsculo

Lincon Turcato Carabagiale

Louise Victoria Farias Brissow

Luana Behr Vianna

Lucas Fogiato

Lucas Leite Teixeira

Luciane Moraes Lopes

Luciano Ariel Silva da Silva

Luciano Tagliapetra Esperidião

Luiz Antonio Xisto

Luiz Carlos Ludin de Oliveira

Luiz Eduardo Viegas Flores

Luiz Felipe Balest Piovesan

Luiz Fernando Riva Donate

Luiza Alves da Silva

Maicon Afrolinario Cardoso

Maicon Douglas Moreira Iensen

Maicon Francisco Evaldt

Marcelo de Freitas Salla Filho

Mariana Comassetto do Canto

Mariana Moreira Macedo

Marilene Iensen Castro

Marina Kertermann Kalegari

Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre

Marton Matana

Matheus de Lima Librelotto

Matheus Engert Rebolho

Matheus Pacheco Brondani

Mauricio Loreto Jaime

Melissa Bergemeier Correia

Melissa do Amaral Dalforno

Michele Dias de Campos

Micheli Froehlich Cardoso

Miguel Webber May

Mirella Rosa da Cruz

Murilo de Souza Barone Silveira

Murilo Garcez Fumaco

Natiele dos Santos Soares

Odomar Gonzaga Noronha

Otacílio Altíssimo Gonçalves

Patrícia Pazzini Bairro

Paula Batistela Gato

Pedro de Oliveira Salla

Pedro Morgental

Rafael de Oliveira Dorneles

Rafael Dias Ferreira

Rafael Quilião e Oliveira

Raquel Daiane Fischer

Rhaissa Gross Cúria

Rhuan Scherer de Andrade

Ricardo Custódio

Ricardo Dariva

Ricardo Stefanello Piovesan

Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa

Roger Barcellos Farias

Roger Dallanhol

Rogério Cardoso Ivaniski

Rogério Floriano Cardoso

Rosabe Fernandes Rechermann

Ruan Pendenza Callegari

Sabrina Soares Mendes

Shaiana Tauchem Antoline

Silvio Beurer Junior

Suziele Cassol

Tailan Rembem de Oliveira

Tais da Silva Scaphin de Freitas

Tanise Lopes Cielo

Thailan de Oliveira

Thanise Correa Garcia

Thiago Amaro Cechinatto

Tiago Dovigi Cegabinaze

Uberafara Soares Bastos Junior

Vagner Rolin Marastega

Vandelcork Marques Lara Junior

Vinicios Greff

Vinicios Paglnossim de Moraes

Vinicius Silveira Marques de Mello

Vinissios Montardo Rosado

Vitória Dacorso Saccol


Identificados pela Perícia Necropapiloscópia

 

Andressa Ferreira Flores

Bruna Eduarda Neu

Carlos Alexandre dos Santos Machado

Francielli Araujo Vieira

FrancileVizioli

Julia Cristofali Saul

Leandra Fernandes Toniolo

Maria Mariana Rodrigues Ferreira

Pâmella de Jesus Lopes

Sandra Leone Pacheco Ernesto

Neiva Carina de Oliveira Marin

Monica Andressa Glanzel

Dulce Raniele Gomes Machado

Viviane Tólio Soares

Flávia Maria Torres Lemos

Letícia Ferraz da Cruz

Taise Carolina Vinas Silveira

Luiza Batistella Puttow

 

19h14: A boate Kiss divulgou, em sua página no Facebook, um comunicado lamentando o acidente. “Informamos ainda que nosso quadro de funcionário possuem (sic) a mais alta qualificação técnica e estevam (sic) devidamente treinados e preparados (sic) para qualquer situação de contingência”, diz o texto.

18h03: Em vídeo publicado no YouTube, a banda Gurizada Fandangueira mostra o show pirotécnico utilizado em seus shows. Segundo testemunhas, um sinalizador usado pelo grupo provocou o incêndio que matou 233 pessoas na boate Kiss, em Santa Maria (RS).


17h52:  “Foi com tristeza que recebi a notícia da tragédia ocorrida em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Transmiti ao governador Tarso Genro nossa solidariedade e colocamos o Governo de São Paulo à disposição do que for necessário. Nossos pensamentos e nossas orações às famílias e aos amigos das vítimas”, disse Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo, em nota.

17h46:  O ex-jogador Ronaldo e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, demonstraram neste domingo, 27, em Fortaleza, solidariedade com as famílias das vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS). Ambos estavam na capital cearese para acompanhar as primeiras partidas na Arena Castelão, mas antes de falar sobre a reinaguração do estádio – o primeiro dos 12 que serão utilizados na Copa a receber jogos de futebol -, falaram sobre a tragédia. “Eu quero deixar meus sentimentos às famílias das vítimas desse terrível acidente”, disse o Fenômeno. Valcke diz que falaria em nome da Fifa e como pai. “Eu também sou pai e posso imaginar o que esses pais estão sentindo. Não é normal que os filhos morram antes dos pais”, declarou o suíço.

17h36: Confirmada mais uma morte, vítima do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria. No total, 233 pessoas morreram.

17h31: A técnica contábil Cibele Facco, de 35 anos, estava sentada na tarde de ontem nas arquibancadas do ginásio de Santa Maria, abraçada ao marido. “Meu marido é médico e estava de plantão em Faxinal (cidade vizinha), quando recebeu a ligação, viemos desesperados para Santa Maria, já fomos em todos os hospitais e até entramos na UTI mas minha filha não está em nenhum lugar”. Mesmo com as tentativas sem sucesso de encontrar a filha, Cibele acredita que a filha possa estar viva. “Ainda acho que ela não morreu, se Deus quiser vai ser só um engano e minha filha vai estar de volta comigo”, afirmou a esperançosa. A técnica comentou que a filha morava em Faxinal e quase perdeu o ônibus para vir para Santa Maria. “Por alguns minutinhos minha filha não estaria em Santa Maria, e eu não estaria na fila para reconhecer corpos.”

17h27: O Ministério do Esporte cancelou os shows que aconteceriam nesta segunda, 28, para marcar os 500 dias para a Copa do Mundo, incluindo a apresentação do poster oficial. Ficou mantido apenas uma pequena parte da agenda, com a visita às obras do Mané Garrincha.

17h26:  O incêndio que matou ao menos 232 pessoas e deixou 116 feridos na boate Kiss na madrugada deste domingo, 27, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, está mobilizando uma rede de  ajuda para o atendimento às vítimas e o trabalho de identificação dos mortos. Saiba o que e onde doar.

17h23: Um pavilhão secundário do centro desportivo foi aberto para abrigar parentes já cadastrados na lista de espera para reconhecerem parentes e amigos. No lugar cercado, famílias desesperadas recebiam atendimento de enfermeiros voluntários. Entre um degrau da arquibancada, a estudante Letícia Zuliani, de 19 anos, chorava a morte de uma amiga e esperava para ver o corpo da vítima. Letícia diz que tinha sido convidada pra ir até a boate Kiss para comemorar o aniversário de uma amiga, mas resolveu não ir. “Eu estava cansada, queria dormir, se eu tivesse aceito o convite das minhas amigas provavelmente estaria morta”. A estudante disse ter mais três amigos desaparecidos.

17h17:  Além de pessoas que perderam parentes e amigos, muitos que não conheciam ninguém no local do incêndio foram até o ginásio de Santa Maria para levar água, luvas de procedimentos cirúrgicos, papel higiênico, máscaras e comida. Danielli Gonzales foi com sua mãe até o local. A jovem é de Curitiba e pela manhã recebeu ligações de parentes que ficaram desesperados ao ouvir notícias sobre a tragédia ocorrida em uma boate de Santa Maria. Danielli perdeu 4 amigos e, até as 14h, não tinha notícias de um amigo dado como desaparecido. A publicitária Gabrielly Milany foi até o local levar água e mantimentos para as pessoas que estavam na fila e dentro do ginásio a espera da hora de reconhecer os corpos. Gabrielly conta que estava em casa quando ouviu a notícia sobre a Kiss. “Resolvemos ir ao mercado e para comprar água e papéis higiênicos para tentar ajudar no trabalho de reconhecimento das vítimas”.

17h14: Dentro do ginásio, pessoas choravam e gritavam, enquanto voluntários da área da saúde e psicólogos tentam amenizar o desespero dos parentes. Em um dos pavilhões do local, os mais de 200 corpos estavam enfileirados lado a lado para serem reconhecidos. Panos tapavam os corpos, o que fez o ginásio parecer uma espécie de campo de concentração pós-guerra. A técnica de enfermagem Adiles Dias, de 55 anos, estava acompanhando parentes que só poderiam passar para o momento de reconhecimento de corpos acompanhados de um policial e um profissional da área de saúde. “Já socorri cerca de 14 pessoas que desmaiaram ou ficaram em estado de choque sem conseguirem se mexer. É realmente a coisa mais triste que já vi na minha vida”, desabafou Adiles. Ana Paula Oliveira, de 35 anos, era uma das mães que estava sendo acompanhada por Adiles, Ana afirmou que só ficou sabendo do fato após as 8h da manhã, quando os vizinhos começaram a ligar para alertar sobre o incêndio da madrugada. Ana conseguiu a confirmação da morte do filho antes mesmo de chegar ao ginásio, por volta das 10h ligou para o celular do filho. “Quando liguei pra ele, uma policial atendeu e me disse que meu filho tinha morrido, mas ainda não caiu a ficha”.

17h13: O governador Tarso Genro afirmou, durante entrevista coletiva, que o dono da boate Kiss terá de apresentar toda a documentação mostrando que a casa de shows tinha condições de abrigar a festa.

17h07: Autoridades informaram que 115 mortos já foram reconhecidos.

17h02: Os corpos das vitimas foram retirados de dentro da boate e levados por um caminhão baú até o centro esportivo da cidade. Logo depois de divulgado o destino dos corpos, parentes e populares se aglomeraram em frente ao ginásio esportivo. A cena era de desespero, com muitas pessoas chorando, algumas atiradas no chão gritando e querendo se aproximar dos portões do ginásio, mas o local estava isolado pelos policiais. Perto do meio-dia, alguns corpos começaram a ser reconhecidos por parentes e amigos. Por volta das 14 horas, a fila para entrar no ginásio já dava a volta na quadra. O professor de dança Fernando Serpa, de 27 anos, estava no local para reconhecer os corpos de 4 meninas da equipe de dança de sua academia. Segundo Serpa, ele e as garotas estavam em um aniversário antes de elas irem para a boate. O professor afirma que insistiu para que elas não fossem e ainda conseguiu “segurá-las” até a 1h30 da madrugada, mas não conseguiu e as quatro foram para a Kiss. Ao ficar sabendo do incêndio, Serpa se desesperou e foi correndo até o local. Ao ver a impossibilidade de se aproximar, foi até o estacionamento da boate para procurar o carro de uma das amigas. Ele diz ter se desesperado quando viu que o veículo estava no local e conseguiu confirmar a presença das amigas na boate. Serpa diz que uma de suas amigas tinha um filho pequeno. “Não sei como vai ser daqui pra frente, como será a vida dele”, disse.

16h58: Lucas Culau, de 21 anos, também estudante, foi um dos jovens sobreviventes. O jovem diz ter visto o momento em que o teto da boate começou a pegar fogo, o que ocorreu, segundo ele, após um dos integrantes da banda utilizar um sinalizador.  Culau disse que o vocalista pareceu querer controlar o público e disfarçar, mas logo após tentou amenizar a situação com um extintor. Porém, quando todos perceberam que o teto estava ardendo em chamas, as centenas de pessoas que estavam no local entraram em pânico e em alguns segundos o tumulto foi causado. Culau diz que, no começo, mesmo com muitos gritos e empurrões, ele achava que todos iriam escapar e só a boate pegaria fogo. A realidade foi totalmente diferente quando o estudante avistou todas as pessoas lutando para sair com vida, conhecidos sendo carregados por outras pessoas e alguns morrendo.  “Vi pessoas lutando pelas suas vidas, sendo buscadas por outras e morrendo diante de todos”.  “Foi a cena mais horrível da minha vida. Não consigo comer, muito menos sorrir, estou em completo estado de choque.”

16h56: De acordo com a estudante de Administração Thaíse Brenner, de 24 anos, o tumulto começou próximo ao palco onde a banda de músicas gaúchas apresentava um show de pirotecnia. A estudante e outra amiga estavam próximas da porta de saída, quando perceberam a confusão e tentaram sair. Porém, Thaíse conta que foi impedida pelo segurança da boate. “Ele queria que nós fôssemos para uma outra fila pagar a comanda da festa e dizia que o incêndio estava sendo controlado”, afirma a estudante. Thaíse e a amiga então empurraram o segurança, que caiu. Somente dessa forma conseguiram escapar com vida. “Conseguimos passar por debaixo das pernas dele e fugimos da boate. Depois disso várias pessoas nos seguiram”, afirma a estudante, que diz ter sido uma das primeiras a sair da festa.

16h51: De acordo com o ministro, cerca de 30 pacientes que estão internados em Santa Maria respiram por aparelhos. Ele também alertou para que as pessoas que inalaram a fumaça da boate devem ficar atentas para procurar os médicos caso tenham tosse.

16h50: Padilha afirmou que outros 11 feridos serão levados para Porto Alegre. Além disso, ele disse que foi montada uma estrutura para remoção aérea dos pacientes.

16h49: O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou agora há pouco que 14 feridos foram transferidos de Santa Maria para Porto Alegre.

16h47: Vídeo feito pelo enviado especial do Estadão a Santa Maria, Lucas Azevedo, mostra os parentes identificando os corpos das vítimas no centro desportivo municipal.

 


 

16h42: O Hospital Universitário de Santa Maria divulgou a lista dos feridos que estão internados no local. Abaixo, os nomes de 29 pessoas feridas no incêndio da boate Kiss:
Marcia Andrade Rodrigues

Ricardo Holdbarbaum do Amaral

Pedro Almeida

Natani Ribeiro da Silva

Sara Denise da Silva

Bibiana Fontana Ribeiro

Pedro Falcão Ribeiro

Luis Arthur Resener de Morais

Brian Zeppenfeld

Denise Filipeto de Almeida

Emilio Bernich

Carmen Janaina Dutra F. Rodrigues

Gabriela França de Abreu

Capricie Pereira Hubner

Fabiano Martins

João Batista Gonçalves

Junior Marosin Felipeto

Eduardo Felipeto Klein

Leonardo Guimarães Machado

Barbara Aline Saudatti Felipeto

Tatiele Soares Aniel

Adriele Roth da Silva

Guilherme Ferreira da Luz

José Volp

Natalia Lucero Fernandes

Ana Cristina da Silva

Henrique da Costa Mendes Muniz

Amanda Ruas Freitas

Rodrigo Costa M Nunes
16h40: O ex-ministro da Defesa e do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim, nascido e criado na cidade gaúcha de Santa Maria, classificou a tragédia como “brutalmente lamentável”. Após saber que seus sobrinhos e sobrinhos neto não estavam no local, agora ele aguarda informações para saber se há amigos entre os mortos ou feridos. “Foi uma tragédia brutalmente lamentável. Tenho dois irmãos que ainda moram em Santa Maria e soube hoje de manhã, quando recebi o telefonema do mais moço. Ele me deu a ideia da magnitude da tragédia, naquele momento ainda falavam em 190 corpos e me disse que havia sido decorrente de um sinalizador usado pela banda, enfim, as informações que já estavam circulando, foi quando então liguei a televisão. Ele me tranquilizou informando que não havia parentes nossos (no local). Tenho toda a família lá: sobrinhos, sobrinhos neto… Meu irmão mais velho está na praia com toda a família e o pessoal do meu irmão mais moço estava com ele (na hora do acidente). Agora, evidentemente, pode ser que tenha alguns amigos, descendentes de amigos, e meu irmão ficou de me avisar no momento em que fosse identificado algum conhecido. Se souber que há pessoas ligadas à gente, viajo para lá. Agora é só aguardar por notícias mesmo. É tudo muito chocante.”

16h36: Às 3h20, Michele Cardoso afirmou em sua conta no Facebook que estava na boate Kiss e pediu socorro pelo Facebook. “Incêndio na KISS socorro”, foram as palavras de Michele. Nos comentários da postagem, amigos perguntaram se Michele estava bem, mas até 16h20 não havia resposta.

Pedido de socorro no Facebook

 

 

 

16h30:  A policia fez um corredor para a transferência dos corpos identificados para serem preparados para o enterro. Muitos estão aguardando pelas certidões de óbito expedidas na hora. Voluntários, policiais e soldados do Exército a todo momento transportam caixões vazios para um lado e voltam com eles cheios para o outro.

16h17: O correspondente do Estado em Genebra, Jamil Chade, informa, eu seu blog, que o incêndio na boate Kiss pode ter sido o pior do gênero no mundo desde 2000.

16h06: Proprietário da boate Kiss voltará à delegacia hoje para prestar depoimento. Seis testemunhas já falaram com a polícia de Santa Maria.

15h49: A presidente Dilma Rousseff já deixou Santa Maria. Ela está voltando para Brasília.

15h48: Uma montagem mostra como ficou a fachada da boate Kiss após a tragédia que matou 232 pessoas.

A fachada da boate Kiss, em Santa Maria (RS), antes e depois da tragédia

15h32:  O gaiteiro da banda Gurizada Fandangueira, Danilo Brauner Jaques, que tocava na boate Kiss, em Santa Maria (RS), é uma das vítimas do incêndio que matou 232 pessoas neste domingo, 27. A informação foi confirmada por um primo dele, que pediu para não ser identificado.  Por telefone, o familiar afirmou que versões de testemunhas indicam que Jaques teria conseguido escapar do fogo e da fumaça, mas voltou para o interior da casa noturna para resgatar a sua gaita. Jaques teria 28 anos e não era casado. Além disso, sua tia, Isolda Brauner, disse por telefone ao Estadoque ele também tinha uma empresa, a DB Som, que prestava serviços de locação de estruturas, som e luz para shows. Uma das principais suspeitas para o início do fogo é o uso de fogos de artifício pela banda no palco. Faíscas teriam atingido o isolamento acústico no teto da boate, feito de espuma.

15h31: “Nesta terrível tragédia quero manifestar meu pesar, tristeza e solidariedade ao povo de Santa Maria, em especial aos familiares, amigos e toda juventude do Rio Grande do Sul”, diz nota assinada pela ministra da Cultura, Marta Suplicy.

15h24 – Caixões a espera dos corpos em ginásio em Santa Maria:

Lucas Azevedo/Estadão

15h06 – Na cerimônia de encerramento da reunião da Comunidade de Estados Latino Americanos e Caribenhos (CELAC) com a União Europeia, o presidente do Chile, Sebastian Pinera, abriu seu discurso pedindo aos chefes de Estado e de governo presentes que se levantassem, ficassem de pé e fizessem um minuto de silêncio em respeito às centenas de mortos na tragédia do Rio Grande do Sul. Durante a reunião fechada dos presidentes, realizada pouco antes, o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Antonio Patriota, informou que estava representando a presidente Dilma Rousseff, que havia deixado o país, seguindo direto para Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para dar apoio às vitimas da tragédia.

15h03 – Funcionário de funerária diz que já preparou 18 corpos até agora. “Estou trabalhando desde a madrugada. E pelo jeito vou ate amanha de manhã.”

14h39 – O universitário Murilo De Toledo Tiecher, um dos presentes na festa da boate Kiss, comentou em sua página no Facebook que, no início do incêndio, seguranças tentaram segurar as portas para que as pessoas não saíssem.

“Que fique registrado:eu fui uns dos 50 primeiros a sair. No início do tumulto tentaram segurar as portas com os seguranças e manter as pessoas ali pra que não saíssem da boate! Não sei se pensavam que era uma briga e não queriam q saíssem sem pagar. Só depois que a multidão derrubou os seguranças eh que viram a merda que fizeram. Todo mundo viu isso ai”

14h25: A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou uma nota sobre a tragédia em Santa Maria. Assinada pelo Brigadeiro-do-Ar Marcelo Kanitz Damasceno, chefe Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica,  a nota informa que “uma aeronave C-130 Hércules transportará uma equipe médica e suprimentos para o atendimento de feridos”. Além disso, “equipes de cirurgia geral e plástica, médicos intensivistas e enfermeiros do Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG) e do Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO) foram mobilizadas para auxiliar no atendimento aos feridos”, segundo a nota.

14h19:  Dilma Rousseff já está em Santa Maria. Ela deixou o e segue agora para o ginásio onde estão os corpos.

14h18: Murilo Lima afirmou à rádio de Santa Maria que fogo começou em show pirotécnico da banda. Uma faísca pegou no teto e o fogo começou a se espalhar. O vocalista da banda pegou um extintor de incêndio, mas o equipamento não funcionou.

14h12: Taynne Vendruscolo, que sobreviveu ao incêndio que matou 232 na boate Kiss, em Santa Maria (RS), contou detalhes da tragédia à Rádio Estadão.

14h09: “Parecia filme de guerra”, afirmou Valdecir Oliveira, ex-prefeito de Santa Maria. Ele contou que estava fora da cidade no momento da tragédia. “Cada canto da cidade tem alguém que morreu na tragédia”, disse.

14h07: O dono da boate Kiss está prestando depoimento à polícia. Ele se apresentou espontaneamente, segundo informou a Globo News.

14h05: O major Cleberson Bastianello, do Batalhão de Operações Especiais, afirmou que não há corpos carbonizados. “As pessoas morreram por asfixia“, disse. O incêndio na boate Kiss deixou 232 pessoas mortas e 131 feridos.

14h04: O Batalhão de Operações Especiais confirmou que o número de mortos no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria (RS), é de 232. Antes, a informação divulgada pelo Corpo de Bombeiros era de 245 vítimas fatais. Segundo o major Cleberson Bastianello, há 120 corpos de homens e 112 corpos de mulher. os familiares estão fazendo o reconhecimento das vítimas. Há outros 131 feridos espalhados pelos hospitais de Santa Maria.

13h58: Uma das bandas que tocou na boate Kiss, em Santa Maria (RS), na madrugada deste domingo, 27, costumava usar efeitos com fogos em seus shows. Em sua página no Facebook, o grupo Gurizada Fandangueira, originário da própria cidade, informou fazer uso de “efeitos visuais e pirotécnicos, os quais fazem toda a diferença na identidade exclusiva da banda”. Relatos preliminares de testemunhas indicam que o uso de fogos por um artista teria provocado o início do incêndio no local, que deixou ao menos 245 mortos. Em agosto de 2011, o site gaúcho Ballare Boate publicou fotos de integrantes da banda tocando perto de uma chuva de prata, espécie de pirotecnia com faíscas, colocada sobre o palco, em uma festa chamada República Universitária. Um dos membros do grupo tocava sanfona. Em um vídeo publicado no YouTube em maio de 2011, é possível ver os fogos de artifício estourando em uma das apresentações do Gurizada Fandangueira. O Estado tentou contato telefônico com a banda para saber se o mesmo efeito foi utilizado na boate Kiss, mas não obteve êxito. Na internet, a banda divulgou ter quase 10 anos de carreira.

13h57:  As equipes de apoio que estão atendendo os familiares solicitam a doação de água, papel higiênico, luvas cirúrgicas, máscaras e álcool em gel. Além disso, solicitam o apoio de ambulâncias particulares para auxiliar na remoção de quem passa mal.

13h53: Veja a fachada da boate Kiss, em Santa Maria, que foi alvo de incêndio na madrugada deste domingo. A tragédia deixou 245 mortos e 48 feridos.


Exibir mapa ampliado

 

13h48:  Lucas Cauduro Peranzoni, 31 anos, o Dj Bolinha, que trabalha há seis anos na boate Kiss, afirmou ao Zero Hora a que o fogo se alastrou muito rápido e que não houve trancamento da saída por parte dos seguranças. Segundo ele, o vocalista teria manuseado um sinalizador que teria causado o incêndio.  “A cabine do Dj fica de frente para o palco. Eu vi tudo. Ele largou o sinalizador e atingiu a esponja acústica que fica sobre o palco. O resto do teto da boate era de gesso. Quando pegou fogo, ele pegou o extintor, mas não conseguiu apagar as chamas. Em menos de 30 segundos, a casa estava tomada de uma fumaça preta que não dava para enxergar nada”, relatou Peranzoni. “Todo mundo estava se empurrando. Respirei aquela fumaça e fiquei tonto. Caí na porta e os seguranças, me puxaram para fora. Não houve trancamento da porta. Eles não enxergam a pista, foi uma contenção de cinco segundos, e quando gritaram que era fogo eles abriram”, completou.

13h42:  O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, classificou o incêndio na boate em Santa Maria, que tem 245 mortes confirmadas, como uma tragédia. Em seu primeiro pronunciamento após a chegada ao município na região Central do Estado, ele afirmou que o governo está mobilizado para esclarecer as causas do acidente. “Nós estamos empenhados, desde a madrugada, em dar o apoio necessário para que tenhamos o levantamento de provas para fazer um inquérito policial de alto nível, para que a gente possa depois, com essa provas, ter um esclarecimento inclusive em relação às causas que determinaram esse evento”, disse. Tarso também reforçou o apoio dado pelo governo federal e afirmou que esse é o momento de dar apoio às famílias enlutadas. “É um momento muito duro para todos nós. Nós temos que ter competência, responsabilidade, trabalhar muito bem para que a gente possa dar uma resposta a altura desse acontecimento”, complementou.

13h38: A tragédia na boate Kiss, em Santa Maria (RS), foi a segunda maior registrada no País.  No dia 17 de dezembro de 1961, um incêndio no Gran-Circo Norte Americano, em Niterói, deixou mais de 500 mortos. A tragédia marcou para sempre o município fluminense e o Brasil, que se mobilizou para ajudar as vítimas numa campanha de solidariedade poucas vezes vista.

13h23:  Natural de Santa Maria (RS), o secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, divulgou nota de pesar pelo incêndio que matou pelo menos 245 pessoas em uma boate da cidade gaúcha, na madrugada deste domingo. Beltrame diz estar profundamente consternado com a tragédia ocorrida esta madrugada em sua cidade natal. O secretário está acompanhando o caso pela imprensa e por telefonemas para parentes. “É provavelmente a notícia mais triste que já recebi de minha querida cidade. Como santa-mariense que sou, estou chocado”, disse. O secretário lembrou que Santa Maria é uma cidade habitada principalmente por jovens, por se tratar de um centro universitário regional. “Por isso, é uma cidade muito ativa e pulsante, cheia de juventude. É de uma tristeza imensa ver quantas vidas se perderam, centenas de jovens universitários que estavam alegremente celebrando a vida. Estou rezando pela paz dessas famílias e pela paz de toda a população de Santa Maria, que precisará de muito carinho e solidariedade para superar essa tragédia”, declarou o secretário.

13h21: Um vídeo postado no YouTube mostra o desespero dos jovens da boate Kiss durante o resgate das vítimas.


13h16:  O vice-presidente Michel Temer, que estava ocupando interinamente a Presidência da República quando ocorreu a tragédia em uma boate em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, distribuiu nota oficial lamentando o ocorrido e se solidarizando com as famílias. “Todo o povo brasileiro se solidariza nesta hora trágica com o Rio Grande do Sul”, disse Temer na nota, relatando, em seguida que, “por telefone, transmiti ao prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, meu pesar por este lamentável acidente que retirou a vida de tantos jovens gaúchos e expresso minha solidariedade também aos familiares das vítimas”. Temer acrescentou ainda que “como já disse a presidenta Dilma Rousseff, o Governo Federal colocou todos seus meios à disposição de Santa Maria e do Rio Grande do Sul, de todas famílias e amigos que sofrem neste momento”

13h15: Os corpos da tragédia na boate Kiss, de Santa Maria, estão no Centro Desportivo Municipal. Familiares estão entrando em pequenos grupos para identificar as vítimas.

13h10: A rodoviária de Porto Alegre colocou um novo horário à disposição com destino Santa Maria. A nova saída é às 14h45.

13h08:  A cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, entrou neste domingo, 27, em luto oficial por 30 dias devido à tragédia que resultou na morte de 245 pessoas em uma boate do município. O decreto foi assinado pelo prefeito Cezar Schirmer (PMDB), que foi reeleito para o cargo no ano passado. Em nota, o governo municipal informou que a assinatura do decreto “prevê a contratação imediata, por parte da prefeitura, de profissionais da área da saúde, incluindo psicólogos e psiquiatras, para dar assistência às famílias que tiveram seus filhos e parentes vitimados”.  O site da Prefeitura de Santa Maria publicou a imagem de uma tarja preta onde está escrito “luto”. A imagem diz ainda que a “comunidade presta solidariedade aos amigos e familiares das vítimas”. A reportagem tentou contato com a prefeitura com o telefone que está publicado no site, mas ninguém atendeu às duas chamadas, por volta das 13h deste domingo.

13h02: A delegada Elizabeth Shimomura disse à Globo News que a prioridade da polícia é a identificação dos corpos. Uma força tarefa foi montada para, com a ajuda de familiares, é identificar os mortos. A delegada informou também que algumas testemunhas estão sendo ouvidas no próprio local.

12h55: Vídeo postado no YouTube mostra o atendimento às vítimas do incêndio da boate Kiss, em Santa Maria (RS).


12h49: A comunidade da boate Kiss no Facebook não para de receber mensagens relacionadas à tragédia. Boa parte são comentários indignados. “A boate não vai se pronunciar devido ao ao acontecido? Tinha ou não tinha saída de emergência?”, disse um usuário. Outro lembra que já conheceu a boate e que “o lugar não tinha nenhuma segurança”.

12h45: O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, divulgou um vídeo no YouTube no qual lamenta a tragédia na boate Kiss, em Santa Maria. Ele anunciou que vai para a cidade. “Não só a cidade, mas o Brasil está de luto”, disse.


12h44: Artistas, esportistas e políticos têm usado suas contas na rede social Twitter para se manifestar a respeito da tragédia em uma boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde centenas de pessoas morreram na madrugada deste domingo, 27, devido a um incêndio. O humorista Rafinha Bastos (@rafinhabastos), que é gaúcho, é uma das personalidades mais ativas. Ele tem postado diversos pedidos de ajuda para os feridos, como a doação de sangue, e para a Defensoria Civil da cidade. O artista também reivindica a ajuda de enfermeiros e psiquiatras para atender os feridos e familiares dos mortos. Com quase 6 milhões de seguidores, o jogador Neymar (@Njr92), do Santos, escreveu que pede “que Deus dê força aos familiares”. Os ex-jogadores de futebol Romário (@RomarioOnze) e Ronaldo (@ClaroRonaldo) também utilizaram o microblog para se solidarizar com os familiares e amigos das vítimas. Romário escreveu que “o sentimento de tristeza se mistura com o de indignação pelas possíveis causas desta tragédia” . Ronaldo Nazário, por sua vez, afirmou que o domingo é “triste”. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha (@padilhando), comunicou pelo Twitter que está mobilizando voluntários desde o início da manhã e que vai sair de São Paulo hoje para acompanhar os trabalhos em Santa Maria  “in loco”. Em sua conta (@MarceloFreixo), o deputado estadual do Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSOL), que foi candidato à Prefeitura da capital fluminense no ano passado, afirmou que ficou “sem palavras” ao saber da tragédia na cidade gaúcha. A cantora Maria Rita (@MROFICIAL), filha de Elis Regina, que era gaúcha, pediu a seus seguidores no Twitter para analisarem “como podem ajudar”. O humorista Paulinho Serra (@paulinhoserra10), da MTV, pediu ajuda às vítimas por sua conta. Sergio Mallandro (@Mallandrosergio) oferceu seus “sentimentos a todos os familiares”. O apresentador de TV Serginho Groisman (@oserginho) disse oferecer seus “sentimentos para os pais e amigos”. E a atriz Fernanda Paes Leme (@FePaesLeme) escreveu que hospitais da região precisavam de doações de sangue.

12h39:  Ao entrar no local, soldados do Corpo de Bombeiros se depararam com uma barreira de corpos. “Os soldados tiveram que abrir caminho no meio dos corpos para tentar chegar às pessoas que ainda estavam agonizando”, descreve o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo.

12h35:  O alvará do Plano de Prevenção de Combate a Incêndio da boate Kiss estava vencido desde agosto de 2012, segundo o comandante geral do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, coronel Guido Pedroso de Melo.

12h29: Acompanhe o que as pessoas estão falando sobre a tragédia na boate num raio de 15 km a partir do centro de Santa Maria.

12h26: Cães farejadores estão nos escombros da boate. O Corpo de Bombeiros quer ser certificar que não há mais corpos no local.

[galeria id=5681]
12h23: Prefeitura de Santa Maria (RS) decretou luto oficial de 30 dias e anunciou a contratação emergencial de profissionais de saúde, como psicólogos e psiquiatras, para ajudar as famílias. Velório coletivo será realizado no centro desportivo municipal.

12h16: À Globonews, jovem que estava na boate contou que muitas pessoas foram pisoteadas e não conseguiram sair da boate. Segundo o depoimento, parecia um “filme de terror”. Segurança contou à rede RBS que fogo começou na espuma acústica que revestia a boate.

11h38: Sites de importantes jornais do mundo, como o espanhol El País e o Los Angeles Times, dos Estados Unidos, destacavam na primeira página de seus sites, na manhã deste domingo, 27, a tragédia na boate de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, que deixou ao menos 180 mortos.  O El País publicava uma foto grande de um carro de bombeiros perto do local do incêndio e reportava que o fogo “se originou depois de um espetáculo pirotécnico da banda que atuava no local”.  A notícia era a principal de todo o site da publicação. Usando a mesma foto, de uma agência internacional, o Los Angeles Times também tratava a notícia como a principal do momento. Os principais jornais da Argentina, que faz fronteira com o Rio Grande do Sul, deram amplo espaço em suas páginas iniciais na internet para a cobertura do incêndio. O Clarín trazia inclusive um vídeo com imagens de TV feitas durante o trabalho dos bombeiros. Já o La Nacion escrevia em sua principal matéria do momento que o incêndio, iniciado por volta das 2h do domingo, foi controlado “máis de três horas depois”. O português Diário de Notícias trazia uma reportagem sobre o incêndio como a segunda principal em seu site, abaixo de uma sobre um acidente rodoviário que deixou 11 mortos naquele país. Por sua vez, uma das mais importantes revistas da Alemanha, a Der Spiegel, dava amplo destaque ao incêndio na sua página virtual, escrevendo que, além dos mortos, o desastre deixou 200 feridos. A rede de TV norte-americana CNN também trazia a notícia destacada em seu site. De acordo com a apuração da emissora, “a maioria dos vítimas aparentemente morreu por causa da inalação da fumaça”. A britânica BBC dava a tragédia como uma das principais notícias na sua página: “Ao menos 180 pessoas morrem em um incêndio no Sul do Brasil”.

11h37: Com 245 mortos confirmados pela polícia, o incêndio ocorrido na Boate Kiss, em Santa Maria, é a maior tragédia da história do Rio Grande do Sul. Antes, o incidente com maior número de mortos no estado havia ocorrido em 28 de julho de 1950, quando um avião quadrimotor chocou-se contra o Morro do Chapéu, em Sapucaía do Sul.

11h35: O número de mortos em um incêndio na boate Kiss em Santa Maria, no centro do Rio Grande do Sul, chega a 245, informou a Brigada Militar, em uma entrevista coletiva. Não há mais corpos no local. Um caminhão precisou realizar quatro viagens para retirar os corpos do local e levá-los até um ginásio.

11h30: Confirmado:  48 pessoas continuam hospitalizadas. Hospitais da região precisaram solicitar auxílio de profissionais para atendimento.

 

 

8h23:  Conforme um segurança que trabalhava na boate no momento do incêndio, entre 1.000 e 2.000 pessoas deveriam estar no local durante o acidente. A maioria era adolescentes. O governador do RS, Tarso Genro, confirmou que se dirigirá a Santa Maria nesta manhã.

8h15: Segundo a polícia, número de mortos pode chegar a 90.

7h51: Ao menos 20 pessoas morreram em um incêndio em uma boate em Santa Maria, no centro do Estado do Rio Grande do Sul. Testemunhas afirmam que o fogo começou durante o show pirotécnico durante a apresentação de uma banda, na boate Kiss. O material de isolamento acústico do prédio incendiou e a fumaça intoxicou as vítimas. Duzentas pessoas estão sendo atendidas nos hospitais da região, que estão solicitando auxílio de profissionais para atendimento. Nesse momento, oito pessoas estão internadas em estado gravíssimo. Conforme os Bombeiros, as vítimas fatais morreram devido à inalação de fumaça tóxica.

Reportagem de Lucas Azevedo, enviado especial a Santa Maria (RS), Caio do Valle, Camilo Rocha, Liz Batista, Edison Veiga, Tania Monteiro, enviada especial ao Chile, Amanda Rossi, Débora Bergamasco, Camila Cunha, especial para o Estado, de Santa Maria, Felipe Tau e Almir Leite, enviado especial a Fortaleza