Pra que serve mesmo?

guiasoesp

21 Agosto 2013 | 14h09

Na febre dos aplicativos, apareceu muita coisa legal e quase que na mesma proporcionalidade, surgiu também muito app inútil. Inicialmente pensados e criados para, de alguma forma, facilitar nosso cotidiano, no boom da coisa, apareceram muitos que fugiram totalmente desse propósito. O fato de não ser difícil se criar um aplicativo, basta uma boa ideia e uma boa cabeça para desenvolvê-lo, revelou “criativos de plantão” que se acham mestres no assunto.

Em números

É difícil mensurar a quantidade de aplicativos existentes, mas falando dos principais “gigantes” do assunto, a Google Play, em 2012, alcançou a marca de 700 mil app’s, número próximo da App Store da Apple.

Útil ou inútil

De aplicativo para estourar plástico bolha até os que imitam os mais variados miados de gato, entre eles ainda têm muitos que não possui utilidade alguma, mas divertem de alguma forma. Vamos falar de alguns:

iVoodoo (iOS): chega de mandar indiretinha pelo facebook, com o iVoodoo você elege um desafeto, escolhe uma foto dele e lance alfinetes até saciar sua raiva.

Hello Cow (iOS):sinta-se no campo, feche os olhos, clique na vaquinha e ouça ela mugir, pronto, vai parecer que você está numa fazenda.

Hold On (iOS): testa a capacidade que o usuário tem de ficar o maior tempo possível apertando um botão.

Tip To Becaming Famous (Android): Quer ficar famoso? Conseguiu! Esse app dá dicas de como se tornar um ator hollywoodiano ou montar uma banda de sucesso.

Perfect Circle (Android): serve para nada mais nada menos do que testar sua coordenação motora, mostrando sua capacidade em desenhar um círculo perfeito.

Ugly Meter (Android): isso mesmo, um medidor de feiura, perfeito para zuar os amigos.

Caso queira se divertir, todos eles já estão com os links para baixar!

Gostou da matéria? Curta e compartilhe!

Fonte: Redação Mkt Oesp Mídia / TecMundo