Conheça a história de sucesso desse empreendedor que usa a própria imagem para fazer propaganda do seu negócio com muito sucesso, irreverência e pouco dinheiro.

guiasoesp

23 Outubro 2012 | 10h08

Nascido já entre as empilhadeiras, Andrigo Cremiatto já mostrava propensão a seguir o ramo de seu pai. Mas por um acaso do destino foi após severas discussões com seu genitor sobre os rumos do negócio da família que o mesmo encontrou seu caminho na dura, fria e desconhecida megalópole de São Paulo.          

Meados de 2006, junto com sua esposa Elis, fundam a Promov Empilhadeiras, uma empresa focada em algo inédito até o momento no mercado, o comércio de empilhadeiras on line. Sempre na vanguarda do conhecimento da época ele, mesmo sem absolutamente nenhum capital, se lança forte na publicidade de sua empresa, rapidamente se tornando um dos nomes mais conhecidos por indústrias do Brasil inteiro que procuravam por soluções. Tudo seria perfeito, a não ser um detalhe, quantas empresas vocês conhecem em que o próprio dono é o garoto propaganda? E ainda mais cantando Opera para vender empilhadeiras? Andrigo reconhece hoje em dia que foi uma jogada arriscada de marketing, irreverente e ousado em meio à austeridade de um ramo dominado por burocratas e grandes indústrias. “Tudo começou com a necessidade de aproximar os clientes, torna-los amigos” confessa o entrevistado. E acabou com um vídeo hoje com mais 9 mil visualizações no YouTube. Uma produção caseira, um jingle contagiante, com uma voz potente.

Será a receita do sucesso? Ou o sucesso se deve a um blog de humor que viu graça na publicação e resolveu fazer um post comentando? Nunca saberemos a verdadeira razão de sucesso desse empreendedor dinâmico. A única coisa que temos certeza e que seu canal continua com a produção a todo vapor, produzindo mais propagandas geniais e até um vídeo aula sobre como comprar empilhadeira.

Após dois anos trabalhando sem capital, somente corretando empilhadeiras de valorosos parceiros a Promov Empilhadeiras teve sua primeira sede física no bairro do Brás. Um local onde não cabiam mais do que 10 máquinas com muito aperto. O estilo penetrante, por vezes arrogante, o vendedor-diretor se fez notar, rapidamente clientes faziam filas na porta do mesmo para comprar suas empilhadeiras low cost, high quality. “O que separava a gente da concorrência era a transparência e honestidade” declara orgulhoso. Havia clientes que deixavam de comprar, pois uma coisa que ele nunca fez foi deixar o cliente comprar o equipamento errado, por vezes barato demais para muito serviço, por vezes muito tecnológico para um serviço brutal demais.

Em 2009 inauguram a atual sede da empresa, moderna e com um conceito de vendas inédito no ramo. No Covil do lobo, negócios são fechados com a velocidade do vento. Nas duas filiais, oito técnicos altamente treinados trabalham para deixar cada equipamento perfeito para a logística de cada novo cliente. Volta e meia não se assuste se ouvir uma potente voz cantar o refrão adaptado do clássico italiano que fez esse tresloucado empresário galgar os degraus do sucesso: Venha! Venha! Comprar Empilhadeiras!