Marco Feliciano na Comissão de Direitos Humanos

Gestão do pastor e deputado pelo PSC-SP foi marcada por protestos antes mesmo de sua posse, criticada por grupos que o acusavam de ser homofóbico e racista