diários mais completos do mundo, ao lado dos grandes jornais europeus e norte-americanos.

Além do completo noticiário político, a vinculação cultural do jornal é muito forte, iniciada com a proposta de fundação da Universidade de São Paulo em 1934, a principal instituição de ensino acadêmico do Brasil. Hoje esta tradição é mantida e atualizada por outras iniciativas do Grupo Estado.

Em 1997 foi instituído o Prêmio Multicultural Estadão, destinado ao reconhecimento dos melhores expoentes culturais de cada ano.

E no ano de 2002 iniciou-se uma nova atividade editorial com o lançamento de livros de alto nível, com duas obras de grande interesse histórico já publicadas: “A Guerra”, de Julio Mesquita; e “São Paulo de Piratininga: de pouso de tropas a metrópole”.

 

E muitos outros projetos estão em andamento, no intuito de divulgar publicamente o enorme acervo histórico e cultural de O Estado de S. Paulo, organizado ao longo de 129 anos de existência e imbricado com a história da cidade, do estado e do país.

José Alfredo Vidigal Pontes


  1 . 2 . 3 . 4 . 5 . 6 . 7 . 8

   
  Versão para imprimir