Infográficos

Infográficos

Ônibus

Conheça as mudanças nas linhas de ônibus de São Paulo

Ferramenta do ‘Estado’ mostra o que vai acontecer no ano que vem com os itinerários de todos os ônibus da SPTrans; pesquise a partir de um ponto de origem ou destino da viagem no mapa, na barra de busca ou na lista de linhas

Ariel Tonglet / Colaboraram: Bruno Ponceano (design), Bruno Ribeiro (textos), Carlos Marin (desenvolvimento), Cecília do Lago (apuração), Rodrigo Menegat (dados)

16 Maio 2018 | 23h00

A partir de junho de 2019, a rede de ônibus de São Paulo será reestruturada. As 1.339 linhas terão o itinerário alterado e algumas delas serão extintas. No total, ficarão 1.192 linhas. A Prefeitura divulgou o edital da nova licitação em 25 de abril. A concorrência termina em junho.

Com base nos bancos de dados do edital, que traziam o traçado de todas as linhas (atuais e novas), o ‘Estado’ montou o mapa abaixo, para que cada leitor possa localizar onde embarca ou desembarca de um ônibus hoje e como ficará o atendimento nesse local no futuro.

SPTrans não publicou as linhas futuras com uma relação de linhas atuais equivalentes. Para mostrar como a será a situação futura de cada ramal, o mapa do ‘Estado’ analisa, entre as linhas futuras, qual é aquela que tem um trajeto que mais se parece com o da linha atual selecionada. A rede da madrugada, que possui 150 linhas, não sofrerá nenhuma alteração, por isso ficou fora da análise. Com essa ferramenta, foi possível descobrir, por exemplo, que os terminais da cidade perderão conexões com 41 distritos.

Busque sua linha de ônibus na ferramenta abaixo e confira se ela foi mantida, alterada ou extinta

   

*A mesma linha pode apresentar variações nos modelos da frota, desde que dentro das variações especificadas de tamanho e capacidade de passageiros. Desse modo, a ilustração do modelo apresentada e a capacidade de passageiros podem sofrer variações.

Fontes:  Edital da SPTrans e Geosampa

Como pesquisar?

Como foi feito?

Os dois mapas exibem a malha de linhas de ônibus atual e futura (após implementação do edital). Ao clicar sobre um ponto no mapa, todas as linhas atuais e futuras que passam em um raio de 100m dali são exibidas, e os distritos servidos por elas são destacados. A listagem de linhas abaixo de ambos os mapas é filtrada do mesmo modo.

Ao clicar em uma linha atual, exibimos também a linha futura que mais se parece com ela (ver a seguir). Essa linha futura não necessariamente pertence à filtragem inicial feita pelo clique no mapa, justamente devido às alterações de percurso (a linha pode ser parecida, mas não passar perto do ponto clicado no mapa).

Para determinar qual a nova linha de ônibus mais parecida com determinada linha já existente, o ‘Estado’fez uma análise comparativa entre dois arquivos divulgados pela SPTrans. O primeiro arquivo lista as linhas de ônibus que existem hoje. O segundo, as linhas que devem ser implementadas quando a reestruturação for concluída.

Consideramos que a linha mais semelhante é a linha nova que percorre o maior percentual do trajeto da linha atual, considerando os sentidos de ida e volta. Veja, por exemplo, o caso da linha COHAB Brasilândia – Metrô Santana, que deve deixar de existir. A linha nova mais parecida será a CPTM Jaraguá – Metrô Santana. A área destacada é o trecho da nova que coincide com a rota atual. Aproximadamente 80% do trajeto é o mesmo.

Como foi calculada a sobreposição das linhas

Você também pode se interessar…

+++ Prefeitura confirma corte de 146 linhas de ônibus e promete atrair mais passageiros
+++ Prefeitura de SP divulga edital para concessão de linhas de ônibus municipais

Mais conteúdo sobre:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.