30.06.2014 - 12:55

Celular já é o maior motivador de acidentes

Departamento de trânsito da Espanha afirma que uso de celulares já responde por mais de 50% dos acidentes

Acidentes na Espanha: uso de telefones celulares já responde por mais de 50% dos casos
DGT Espanha/Divulgação
Acidentes na Espanha: uso de telefones celulares já responde por mais de 50% dos casos

O envio de mensagens pelo celular ao volante não é uma exclusividade do brasileiro. E o perigo dessa prática também não. Segundo pesquisa do departamento de direção geral de tráfico da Espanha, 4 milhões de motoristas espanhóis reconhecem que utilizam o aplicativo Whatsapp enquanto dirigem.

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook
++ Inglês bate Ferrari avaliada em R$ 682 mil
++ Vídeo: Infiniti é atropelado por trem nos EUA
++ Lambo Gallardo partido em dois na Tailândia

O instituto também apurou que 87% dos entrevistados afirmaram ver outros motoristas enviando mensagens constantemente ou ocasionalmente. Mas o dado mais alarmante é que 51,74% dos acidentes com lesões são causados por falta de atenção na condução gerada pelo uso do celular, responsabilidade mais alta que o uso de drogas ou álcool ao volante. 

O Whatsapp é um aplicativo de mensagem por texto ou áudio utilizado em telefones celulares com maior penetração no mundo. Na Espanha, em fevereiro de 2014, o App era utilizado por 25 milhões de pessoas. No Brasil, o número ultrapassa os 38 milhões de usuários, o que pode ser um indício de que os números de acidentes podem ser ainda maiores por aqui. 

Na Espanha o uso de celular ao volante também é passível de multa (200 euros ou cerca de R$ 600) e acarreta acúmulo de pontos na carteira de habilitação. O departamento de trânsito espanhol está intensificando as campanhas educativas para inibir essa atitude, como a criação da "Stop Chatear", para alertar aos motoristas sobre o problema. Além do site stopchatear.com, a campanha tem perfil em diversas redes sociais.

Comentários

Tabela JC

Links patrocinados
Anuncie aqui