28.05.2014 - 07:00

Mercedes GLK tem conforto e off-road

Utilitária da marca alemã chega ao País a partir de R$ 188.900 com motor 2.2 a diesel de 170 cv e tração 4x4

Tião Oliveira

 - Mercedes/Divulgação
Mercedes/Divulgação

A versão CDi do Mercedes-Benz GLK 220, opção a diesel do utilitário de entrada da marca alemã no País, acaba de chegar a partir de R$ 188.900. Motor 2.2 de 170 cv, tração 4x4, câmbio automático de sete marchas e ótimo acabamento são predicados que a tornam apta a encarar qualquer desafio, seja levar o casal a um restaurante bacana ou a família ao sítio.

++ Siga Jornal do Carro no Facebook
++ Brabus chega ao Brasil com três modelos

Por fora, o modelo mistura formas quadradonas. Com toques de modernidade, destacados principalmente pelos faróis e a iluminação auxiliar de LEDs na dianteira. As linhas o fazem parecer maior do que seus poucos mais de 4,5 metros de comprimento – o Mercedes tem apenas 3 cm a mais que um hatch Chevrolet Cruze.

A traseira, curta e reta, tem estilo conservador e a capacidade do bagageiro é relativamente pequena para um carro que leva até cinco pessoas com conforto. A cabine é requintada.

Completo, o painel tem tela na qual são projetados dados das principais funções do carro. Sobre o console central e os botões de ajuste do som (que pode ser acionado também por teclas no volante) e do ar-condicionado, há duas das belas saídas de ventilação sobre um largo friso de alumínio que confere sofisticação ao acabamento.

A posição de guiar, alta, agrada. Os bancos são de couro. Os dianteiros têm regulagem elétrica e três memórias. É possível ajustar a profundidade e altura do volante, que traz hastes para as trocas de marcha.

Elas vêm a calhar, pois a alavanca de câmbio fica na coluna de direção, onde normalmente está o acionamento do limpador de para-brisa. É preciso algum tempo para se habituar. 

A caixa automática é suave nas passagens, mas um tanto lenta ao gerenciar a força do motor. O quatro-cilindros também é um algo ruidoso, mesmo em marcha lenta.

Entre os recursos, há freios adaptativos, controles eletrônicos de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa. A tração 4x4 garante segurança em qualquer piso. Isso é resultado também do ótimo trabalho da suspensão, que tem ajuste eletrônico. 

Oferecido no País com duas opções de pacotes de equipamentos (Standard e Sport), o GLA 220 CDi vem bem recheado de série. Traz sete air bags, banco traseiro rebatível em 1/3 e 2/3 e dispositivos que alertam o motorista em caso de fadiga e controlam a velocidade do jipe em descidas muito íngremes.

Há outras soluções interessantes, que estão também no recém-lançado sedã CLA. Uma delas é um sistema que seca automaticamente os discos de freio em dias de chuva. Outra mantém o carro parado e com as luzes de freio acionadas sem que o motorista precise ficar pressionando o pedal.

É possível acionar ajustes como os do rádio por meio de voz. Mas os comandos têm de ser feitos em inglês. Na aparência, as duas versões podem vir com um pacote denominado Chrome. Há detalhes cromados, barras longitudinais no teto, grade com duas hastes e defletores laterais pintados da cor do carro.

A configuração Sport traz, exclusivamente, sistema de estacionamento automático. Rodas de liga leve de 19”, navegador GPS, teto solar panorâmico e retrovisores externos com rebatimento elétrico também fazem parte do pacote.

Preço sugerido: R$ 188.900
Motor: 2.2, 4 cil., 16V, turbodiesel
Potência: 170 cv a 3.200 rpm
Torque 40 mkgf de 1.400 a 2.800 rpm
Câmbio: Automático, sete marchas
Comprimento: 4,54 metros
Largura: 2,02 metros
Porta-malas: 450 litros

+PRÓS - Conforto
Com apemas 3 cm a mais que um hatch Cruze, jipe alemão tem amplo espaço e mimos para até cinco pessoas.

+CONTRAS - Câmbio
Ajustes que priorizam menor consumo deixam retomadas de velocidade um tanto lentas.

Comentários

Tabela JC