27.12.2013 - 10:00

Os 5 Lamborghini mais legais

Separamos alguns dos modelos memoráveis já produzidos pela marca italiana

Sucessor do Murciélago, o Aventador foi lançado em 2012
Foto: Divulgação

 Em março de 2014, um dos ícones da Lamborghini irá "pendurar as chuteiras". Após dez anos de estrada, o Gallardo será substituído pelo moderno Huracán LP 610-4, conforme você conferiu aqui no Jornal do Carro. 

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook

++ Saiba mais sobre a Lamborghini

++ Dubai terá McLaren em frota policial

Com um motor 5.2 V10 de 610 cv (como seu nome sugere), o novo queridinho da marca de Sant'Agata Bolognese será apresentado no Salão de Genebra. Por sinal, uma nova linha de montagem será erguida para a produção do Huracán. 

Pensando no legado do Gallardo - e em tantas Lamborghini sensacionais que já apareceram - resolvemos escolher os cinco modelos mais memoráveis que os italianos já produziram. 

Lamborghini Countach

Produzida entre 1974 e 1990, foi um marco para a fabricante devido ao desenho ousado, criado por Marcello Gandini, dos estúdios Bertone - o mesmo criador do Miura. Seu protótipo surgiu pela primeira vez no Salão de Genebra, em 1971. Ele também foi o primeiro modelo produzido com a cabine colocada mais a frente, para aumentar o espaço do motor longitudinal central-traseiro de 5 litros e quase 400 cv. 

Lamborghini Diablo

O Diablo ficou conhecido por seu ímpeto e voracidade. Ele mantinha características improváveis para a época (sua produção durou de 1990 a 2011). Este foi o primeiro carro da marca a alcançar a marca dos 320 km/h. Seu motor V12 de 5,7 litros tinha uma série de tecnologias, como o controle duplo de abertura de válvulas. Com 492 cv, ele conseguia alcançar os primeiros 100 km/h em 4,5 segundos. A Lamborghini produziu uma série de de versões especiais para ele, como o Diablo VT, VT Roadster e o SV, sigla de "super veloce", utilizada primeiramente no Miura. 

Lamborghini Murciélago

Um copê de dois lugares em sua essência. O Murciélago tinha partes de seu chassi feitas de fibra de carbono, para o alívio de peso, que era distribuído em 58% na traseira e 42% na dianteira. Ele foi o sucessor do Diablo e, por isso, não poderia fazer feio. A própria Lamborghini confessa que o design deste modelo é simples e, na apresentação do carro, a marca disse que o desenho do Murciélago é feito para encaixar no motor. Por falar nisso, o 6.2 V12 produzia 580 cv a 7.500 rpm e 67 mkgf de torque. 

Lamborghini Gallardo

Agora saindo de cena para a chegada no Huracán, o Gallardo faz sucesso desde 2003, quando foi lançado. A primeira geração tinha um motor 5.0 V10 feito com base em um V8 da Audi. Desde então, foram dez anos de fama. O Gallardo também ganhou diversas versões, como o Superleggera, apresentado no Salão de Genebra de 2007, que era 100 kg mais leve que o Gallardo comum, além de produzir quase 30 cv a mais do que seu modelo de base, que tinha 500 cv, em sua primeira geração. A segunda geração veio em 2008, com motor 5.2 V10 de 560 cv.

Lamborghini Aventador

O substituto do Murciélago foi apresentado pela primeira vez em 2011 e começou a ser vendido quase um ano depois. Como manda a tradição da marca, o nome se refere a um famoso touro que lutou em uma tourada em 1993. Ele foi baseado na série limitada Reventón. Sua carroceria tem diversas partes feitas de fibra de carbono e o motor 6.5 V12 é capaz de produzir assustadores 700 cv. Segundo a Lamborghini, o Aventador é capaz de ir de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos. 

Comentários

Tabela JC