25.12.2010 - 17:01

Uno usado é fácil de revender

O Uno (incluindo a nova geração) ocupa o segundo lugar no ranking de vendas de carros novos no País, atrás do VW Gol, líder há 24 anos seguidos. O bom resultado se repete no segmento de usados. Conforme lojistas da cidade, o carrinho é muito bom de...

tiaooliveira

Até as versões duas-portas, como este 2001, não param nos estoques. (Foto: Divulgação)

NÍCOLAS BORGES

Poucos carros são tão fáceis de revender como o Uno. Por isso, nas lojas independentes consultadas pela reportagem, o pequeno Fiat costuma ter preços mais altos até que os publicados às quartas-feiras na pesquisa do Jornal do Carro.

Para o proprietário da Coretcar (0xx11 2239-9250), no Imirim, zona norte, Carlos Lamas, o compacto vende bem mesmo com duas-portas, raridade em um universo no qual imperam as carrocerias com o dobro de acessos à cabine. “O carro atende a um público que pensa mais em economia do que em conforto e praticidade”, diz. Na loja há um Mille Smart duas-portas 2001, prata, a gasolina, oferecido por R$ 12.699. No JC desta semana o valor médio do carro é de R$ 10.706.

Na Dinho Multimarcas (0xx11 5061-6432), no Ipiranga, zona sul, espera um novo dono um Mille Fire quatro-portas 2005 azul-escuro, também a gasolina. O preço pedido é de R$ 16.900 – apenas R$ 600 a mais do que a média apurada pelo jornal. Bem equipado, tem ar-condicionado, travas e vidros elétricos e rodas de liga leve. “Os modelos mais novos, com motor flexível, costumam sair mais rápido, mas quando é só a gasolina não chega a ser um problema”, comenta o vendedor da loja Evandro da Silva.

Quem não deverá esquentar a cabeça é Juliana Dias, vendedora da Diaskar (0xx11 3376-0505), em Santa Cecília, região central. Ela está com dois Mille 2009 flexíveis cotados abaixo do que foi publicado no JC de quarta, dia 22.

Um é Fire, duas-portas, branco e sai por R$ 17.990 (na pesquisa, R$ 19.457). O outro é um Way Economy, quatro-portas, preto, a R$ 20.990 – ou R$ 1.010 a menos que a média apurada na pesquisa. E este ainda tem o trio elétrico.

Comentários

Tabela JC