Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

Alckmin descarta racionamento de água em SP neste momento

Governador defende que o momento é para investir em campanhas educativas; nível do Cantarareira está abaixo de 20%

09 de fevereiro de 2014 | 15h 30
GERSON MONTEIRO - ESPECIAL PARA O ESTADO

TAUBATÉ - O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, descartou neste domingo um racionamento de água no Estado. Os principais reservatórios do Estado – o Sistema Cantareira – estão com baixo índice de reserva e as próximas chuvas estão previstas para daqui cerca de 15 dias.

Em visita oficial a Taubaté, no Vale do Paraíba, Alckmin comentou que o momento é para investir em campanhas educativas para evitar o desperdício dos recursos hídricos. “Neste momento não haverá racionamento”, afirmou, acreditando que a chegada das chuvas deverá trazer um alívio para os baixos níveis dos reservatórios.

Entre as ações sugeridas pelo governador estão economia de água ao escovar os dentes com a torneira desligada e mais rapidez nos banhos. “Todos colaborando não vai faltar água”, incentivou.

Recorde de baixo volume. O volume de armazenamento do Sistema Cantareira caiu mais um pouco neste final de semana, baixando para menos de 20%. A capacidade dos reservatórios que fornecem cerca de 50% de toda a água da Região Metropolitana de São Paulo chegou a 19,8% neste domingo.

Na região choveu neste mês somente 1,3 mm na região das cabeceiras, agravando o pior cenário enfrentado pelo Cantareira em sua história. No ano passado, nesta mesma época do ano, o volume era de 53,6 %, com uma chuva acumulada no mês de fevereiro de 85,8 mm.

A situação foi provocada por uma seca atípica no mês de janeiro, historicamente o de maior chuva na região. Neste ano, choveu somente 87,8 mm, contra uma média histórica de 259,9 mm.

Por meio de nota, a Sabesp informou "que o fato do sistema Cantareira estar abaixo dos 20% não altera as medidas operacionais. Apesar de ser o menor índice da história do sistema, a Companhia espera as chuvas previstas para a segunda quinzena de fevereiro", disse a empresa.

Segundo a Sabesp, as precipitações estão abaixo da média desde dezembro, quando foram registrados 62 milímetros
de chuva. A média histórica é de 226 milímetros. Foi o pior mês de dezembro desde que a medição começou a ser
feita, há 84 anos. Em janeiro, além das chuvas abaixo da média, as altas temperaturas mantiveram o consumo de água elevado, o que ajudou a baixar o nível dos reservatórios.

Na Região Metropolitana de São Paulo, cidades como Guarulhos, Diadema e São Caetano já adotaram medidas de racionamento de água. Sorocaba também instituiu a política. Na capital, foi criado um programa de descontos na conta de quem reduzir 20% do consumo.

Na sexta-feira, a Agência Nacional de Águas (ANA), o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), e a Sabesp oficializaram a criação do comitê anticrise antecipado pelo Estado para tentar evitar o racionamento generalizado nas cidades abastecidas pelo Sistema Cantareira, incluindo a capital. O grupo decidiu suspender temporariamente a discussão da renovação da outorga do manancial, que deve ocorrer em agosto. (COLABORARAM GIOVANA GIRARDI E TASSIA KARSTNER)




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Protesto pede autonomia para o IBGE

  • Protesto pede autonomia para o IBGE
  • Devo ou não contratar a garantia estendida?
  • Todas as informações sobre o produto têm de ser claras



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo