Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Brasil
Início do conteúdo

Balsas do Rio são aprovadas em vistoria para o Réveillon

Comemorações da região metropolitana vão contar com 21 embarcações; 11 ficarão em Copacabana, cinco no Flamengo e outras cinco na cinco em Icaraí, em Niterói

27 de dezembro de 2013 | 15h 00
Mariana Durão e Sergio Torres

RIO DE JANEIRO - As 21 balsas que serão utilizadas nas festas de Réveillon em praias da região metropolitana passaram pelo crivo da Capitania dos Portos em vistoria realizada nesta sexta-feira, 27. Onze delas ficarão em Copacabana (zona sul do Rio), onde ocorre a mais concorrida queima de fogos da passagem de ano. Cinco ficarão em Icaraí, a principal praia da vizinha cidade de Niterói. As demais cinco, no Flamengo, também na zona sul carioca.

As embarcações foram vistoriadas num estaleiro na Ilha do Governador (zona norte), de onde sairão às 7h do dia 31 em direção às praias.

A Capitania atuará no patrulhamento da orla, que sempre recebe dezenas de embarcações na noite do último dia do ano. Em nota, a Capitania informa que "o descumprimento das regras de segurança estabelecidas poderá resultar na autuação/multa do infrator, na retirada da embarcação da área marítima e até mesmo na apreensão do barco".

"Haverá etilômetros para serem empregados no caso de condutores de barcos que tenham feito uso de bebida alcoólica", alerta o comunicado da Marinha.

As balsas começaram a receber hoje os fogos de artifício. A previsão é que estejam posicionadas em Copacabana até às 18h do dia da virada. O show de fogos promete surpresas neste ano, como a reprodução do som de um beijo seguida da formação da imagem de cem corações no céu da praia, onde haverá a queima de 24 toneladas de explosivos.

As embarcações maiores serão posicionadas próximas à entrada da Baía de Guanabara. As menores, mais perto do Forte de Copacabana. A Capitania dos Portos usará um helicóptero, o navio-patrulha Guaporé e 20 embarcações de pequeno porte para garantir o esquema de segurança no mar. Além disso, 110 militares estarão na orla, de vigilância.

Caberá ao navio-patrulha "organizar a ancoragem dos navios de cruzeiro que assistem ao show pirotécnico da virada do ano".

O Corpo de Bombeiros também estará nas praias, para agir em casos de incêndio nas balsas de fogos e no resgate de passageiros das embarcações que porventura passem mal durante o espetáculo.


Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Haitianos só fazem uma refeição por dia e dormem no chão em SP

  • Haitianos só fazem uma refeição por dia e dormem no chão em SP
  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo