Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Brasil
Início do conteúdo

Casos de estupros divulgados pela internet chocam a Bahia

As adolescentes que foram estupradas denunciaram agressores à polícia depois que as imagens 'vazaram'

04 de junho de 2008 | 17h 39
Tiago Décimo - O Estado de S.Paulo

Dois casos de estupro de adolescentes, fotografados, filmados e divulgados pela internet, estão causando comoção na Bahia. Na última segunda-feira, uma estudante de 16 anos, da cidade de São Gonçalo dos Campos, 108 quilômetros a oeste de Salvador, com o incentivo da mãe, procurou a polícia para denunciar os abusos que vinha sofrendo, por parte de um grupo de cinco adolescentes, de entre 14 e 17 anos, todos colegas de escola. Um deles é ex-namorado da vítima.   Imagens capturadas durante as agressões foram parar na rede. Nas cenas, a jovem aparece sendo estuprada e agredida pelos adolescentes. Desde que as imagens começaram a ficar conhecidas na cidade, há cerca de dez dias, a jovem parou de freqüentar o Colégio Polivalente, da rede estadual. Os estudantes envolvidos foram expulsos pela direção. Só então a adolescente procurou a polícia.   A adolescente contou ao delegado, Antônio Luciano Lima, que os abusos começaram quando o relacionamento dela com um dos agressores terminou, por causa de constantes brigas, no início de maio. Desde lá, ela diz ter sido abusada pelos jovens quatro vezes e que não os denunciou antes porque eles ameaçavam divulgar as imagens. "Os acusados já se apresentaram e vamos ouvir todos eles nos dias 11 e 16", diz Lima. "Pelas imagens, fica claro o estupro."   A mãe da adolescente, ainda bastante abalada, não descarta a possibilidade de mudar de cidade. "Eu, que sou mãe, nunca bati nela", lamenta. "Quem esses jovens acham que são para fazer um absurdo desses?"   O caso é o segundo do gênero na Bahia nos últimos 10 dias. No fim de maio, o caso de uma adolescente de 13 anos que teria sido dopada e estuprada por três adolescentes de 17 anos, em Itanhém, 983 quilômetros ao sul de Salvador, foi descoberto depois que o pai da vítima, um carpinteiro que mora há seis anos nos Estados Unidos, recebeu por e-mail 54 imagens da agressão.   De acordo com a jovem, ela desconhecia que havia sido estuprada, por isso não denunciou os agressores. Em depoimento, ela contou que, em 21 de abril, foi convidada por um amigo, de 17 anos, para beber, na casa de outro amigo. No local, estava também o jovem de 19 anos. Em determinado momento, ela teria passado mal e desmaiado. Então, os jovens teriam abusado dela e tirado fotos da agressão. Só acordou no dia seguinte, depois de ser resgatada por uma tia.   Os três acusados fugiram da cidade depois que as fotos começaram a ser divulgadas, via internet. Um deles, porém, voltou e se apresentou ao delegado José Neles de Araújo, na última sexta-feira. O jovem negou a versão da vítima, disse que as imagens retratam apenas uma "curtição", que a adolescente concordou com o ato "até desmaiar" e que não se arrepende de nada o que aconteceu. O jovem foi liberado depois do depoimento. Um segundo acusado teve a apresentação programada, por seu advogado, para a próxima sexta-feira. O terceiro está foragido - informações da polícia indicam que ele pode estar em Portugal.   A mãe da adolescente também pensa em mudar de cidade, para tentar fazer com que a família deixe de ser o centro das atenções na cidade. Ela vem sendo tratada com medicamentos e chegou a ser internada, semana passada, por causa do choque. A filha está tendo acompanhamento psicológico.





Tópicos: Estupro, Internet, Salvador

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Protesto pede autonomia para o IBGE

  • Protesto pede autonomia para o IBGE
  • Devo ou não contratar a garantia estendida?
  • Todas as informações sobre o produto têm de ser claras



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo