Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

Corregedoria investiga PMs por suposta venda de dados para o PCC

As investigações do órgão apontam que os dados teriam sido repassados por R$ 8 mil e teriam vazado do 35 º Batalhão da PM, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo

13 de novembro de 2012 | 10h 59
Felipe Tau - O Estado de S. Paulo
Atualizada às 12h10

SÃO PAULO - A Corregedoria da Polícia Militar investiga se policiais venderam uma lista com dados de 100 PMs, com nome e endereço, a criminosos da facção criminosa PCC, que teriam utilizado o material para cometer ataques contra agentes e seus familiares. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o jornal, as investigações do órgão apontam que os dados teriam sido repassados por R$ 8 mil e teriam vazado do 35 º Batalhão da PM, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. 

Em agosto, de acordo com a Folha, agentes penitenciários recolheram o celular de um detento ligado ao PCC com informações de policiais, levando a Corregedoria a fazer uma busca no 35 º Batalhão dias depois. Três computadores de onde a lista teria saído foram recolhidos.

As informações sigilosas, usadas pela polícia para convocar PMs em situação de urgência, teriam sido compartilhadas pelos criminosos por meio da rede social Facebook.

Em nota, a assessoria de comunicação da PM informou que irá se manifestar apenas quando as investigações estiverem concluídas. "O fato está sendo apurado pela Corregedoria sob sigilo, em virtude das informações envolverem Policiais Militares e ser necessário apurarmos a autoria. Ao término da apuração, a Polícia Militar irá manifestar-se oficialmente", diz o comunicado.

Paraisópolis. Durante operação para prender criminosos e sufocar o tráfico na favela de Paraisópolis, na zona sul da capital, a PM encontrou uma outra lista com nomes de 40 policiais supostamente marcados para morrer. A Operação Saturação começou na comunidade no dia 29 de outubro e prendeu 46 pessoas até as 6h desta terça-feira, 13.







Tópicos: Violência, Pm, Pcc, Corregedoria

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Haitianos só fazem uma refeição por dia e dormem no chão em SP

  • Haitianos só fazem uma refeição por dia e dormem no chão em SP
  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo