Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

Discussão de bar deixa universitária morta e angolanos feridos no Brás

Após ofender africanos, chamando-os de 'macacos', desconhecido voltou de carro e atirou

23 de maio de 2012 | 5h 11
Pedro da Rocha, do estadão.com.br

Atualizado às 17h46.

SÃO PAULO - Uma universitária angolana morreu e outras três pessoas ficaram feridas após um tiroteio na noite da última terça-feira, 22, em um bar na Rua Cavalheiro, no Brás, centro de São Paulo. Os disparos teriam acontecido após uma discussão. Até às 16 horas desta quarta-feira, 23, o atirador não foi identificado pela polícia.

Testemunhas disseram que um grupo de angolanos estava bebendo em um bar, no número 80 da rua, quando dois outros clientes, brasileiros, teriam xingado o grupo, com termos como "macacos". Houve uma discussão e os brasileiros foram embora.

Cerca de 20 minutos depois, um dos brasileiros teria retornado ao local, em um Golf prata. O homem desceu do veículo e atirou contra os angolanos.

Zumira de Souza Borges Cardoso, de 26 anos, estudante de engenharia na Uninove, foi baleada e morreu no local. Celina Bento Mendonça, de 34, grávida de cerca de oito meses, acabou ferida por pelo menos dois tiros, um deles na barriga. Gaspar Armando Mateus, de 27, foi baleado na perna e Renovaldo Manoel Capenda, de 32, também foi atingido.

Celina, segundo informações do Hospital João XXIII, na Barra Funda, segue internada e em observação. O hospital informa também que a criança não foi atingida, mas a vítima vai passar por um ultrassom ainda nesta quarta. Já Gaspar, de 27 anos, e Renovaldo, de 32, receberam alta, por volta das 23h30, de terça.

O caso foi registrado no 8º Distrito Policial (DP), do Brás/Belém como homicídio simples consumado e homicídio simples tentado.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Protesto pede autonomia para o IBGE

  • Protesto pede autonomia para o IBGE
  • Devo ou não contratar a garantia estendida?
  • Todas as informações sobre o produto têm de ser claras



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo