Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

Filha do cantor sertanejo Giovani morre em acidente em SP

O carro em que Géssyca Morais, de 21 anos, estava capotou em Osasco; 'Parece uma coisa irreal', disse músico a emissora de TV

14 de janeiro de 2014 | 12h 34
Rene Moreira - Especial para o Estado

FRANCA - Um acidente na madrugada desta terça-feira, 14, em Osasco, na Grande São Paulo, matou Géssyca Cristina Morais, de 21 anos, filha do cantor Giovani, da dupla sertaneja Gian e Giovani. Ela estava no carro que capotou na Avenida Fuad Auada e bateu em um poste. Dois amigos estavam com Géssyca e um deles, de 24 anos, também morreu, enquanto o outro foi internado com fraturas. Falando à TV Record/Franca, Giovani lamentou "não poder voltar no tempo". "Parece uma coisa irreal. Eu fui ao IML e vi o corpo de minha filha, ela estava muito machucada. É mais uma tragédia que acontece... Infelizmente não tem como voltar no tempo e prevenir isso."

Géssyca Morais tinha 21 anos e cursava jornalismo - Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook
Géssyca Morais tinha 21 anos e cursava jornalismo

 Dentro do carro havia garrafas vazias de cerveja, mas a polícia ainda não sabe se algum dos jovens bebeu. As causas do acidente são apuradas. Testemunhas disseram ter visto o carro se descontrolar até capotar.

Géssyca ainda foi socorrida e morreu pouco depois no hospital. O Honda Civic era dirigido por um dos rapazes. A mãe da jovem, que não é mais casada com Giovani, mora em Franca, assim como seus familiares. Géssyca cursava o segundo ano de jornalismo na Unifran e estava na casa de amigos em Osasco.

Enterro. O corpo já foi liberado e deixou o Instituto Médico-Legal (IML) de Osasco a caminho de Franca, onde será sepultado na manhã desta quarta-feira, 15, no Cemitério da Saudade, no centro da cidade. O pai de Géssyca, Giovani, faz dupla com seu irmão Gian. Além dela, ele tem outro filho, de 18 anos, que também é cantor sertanejo.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho

  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho
  • Funcionários tentaram controlar fogo de ônibus em Osasco
  •  Psicóloga dá dicas para escolher carreira



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo