Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Brasil
Início do conteúdo

Governador do Rio lamenta morte de cinegrafista

Em nota, Sérgio Cabral disse que o direito de manifestação é fundamental, mas a violência é inaceitável

10 de fevereiro de 2014 | 16h 14
Roberta Pennafort - O Estado de S. Paulo

RIO - O governador do Rio, Sérgio Cabral, divulgou nesta segunda-feira, 10, nota lamentando a morte do cinegrafista Santiago Andrade. "A liberdade de imprensa é um bem que deve prevalecer como instrumento para o exercício do direito fundamental à informação."

Cinegrafista foi atingido por rojão enquanto cobria protesto no Rio - Agência O Globo
Agência O Globo
Cinegrafista foi atingido por rojão enquanto cobria protesto no Rio

Ainda de acordo com o governador, o "direito de manifestação é fundamental para a democracia, mas a violência é inaceitável. O diálogo entre cidadãos e Poder Público é o caminho para o aprimoramento da sociedade. O Estado se solidariza com a família de Santiago. E busca, observando o devido processo legal, a autoria do crime para que o responsável possa ser submetido à Justiça", diz o texto.

Eduardo Paes. A prefeitura do Rio divulgou na tarde desta segunda-feira, 10, nota oficial de pesar pela morte do cinegrafista Santiago Andrade em que o prefeito Eduardo Paes (PMDB) afirma que a violência que tirou a vida do profissional "representa um ataque à liberdade de informação e às instituições democráticas".

De acordo com a nota, o prefeito espera que "a tragédia ajude a sociedade a refletir sobre os limites entre o direito democrático de manifestação e os abusos que culminam em atos de vandalismo e violência".

Santiago teve morte cerebral hoje. Ele foi atingido na cabeça por um rojão no dia 6, quando cobria uma manifestação contra o aumento do valor das passagens de ônibus, no centro do Rio, pela Band.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil

  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho
  • Brasília: monumental na aparência e nas distâncias



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo