Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Brasil
Início do conteúdo

Índio está há mais de 24 horas em cima de árvore em protesto no Rio

Bombeiros tentam retirar manifestantes que protesta contra a retirada de indígenas do antigo Museu do Índio; ativistas arremessaram saco com biscoito e água para o colega, que não se alimentava desde segunda-feira

17 de dezembro de 2013 | 10h 30
Marcelo Gomes - O Estado de S. Paulo

RIO - O índio Urutau José Guajajara já está há mais de 24 horas em cima de uma árvore para resistir à desocupação do prédio do antigo Museu do Índio, nas imediações do Estádio do Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro.

Por volta das 9h40 desta terça-feira, o tenente-coronel Sarmento, do Corpo de Bombeiros, pediu que algum manifestante subisse na árvore junto com ele para convencer o índio a descer. "Ele está muito debilitado. É caso de risco de vida", disse o oficial. Os cerca de 30 manifestantes que passaram a madrugada no local, no entanto, recusaram a oferta. "Se vocês estivessem preocupados com a saúde do Urutau, nos deixariam dar comida e água a ele", disse Potira Guajajara, mulher do indígena.

Ele está a cerca de quatro metros de altura, apoiado em galhos. Do alto, Urutau avisou que só desce se os policiais militares do Batalhão de Choque deixarem o local.

Por volta das 8h30, os ativistas - que estão a uma distância de cinco metros da árvore, que está cercada desde a manhã de segunda-feira - conseguiram entregar a Urutau um pacote de biscoito de água e sal e água. A comida foi colocada dentro de um saco plástico, que foi arremessado com um barbante. Foi a primeira vez que o índio se alimentou desde a manhã de segunda, quando subiu na árvore.

Antes disso, os ativistas ficaram meia hora tentando jogar comida para ele, sem sucesso. Os sacos plásticos caíram no chão ou se chocavam contra a árvore.

Nesta manhã, 12 policiais do Batalhão de Choque estão na área gradeada. Um caminhão do Corpo de Bombeiros com escada magirus também permanece no local. Alguns bombeiros estão no interior do prédio do antigo Museu do Índio.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil

  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho
  • Brasília: monumental na aparência e nas distâncias



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo