Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > Brasil
Início do conteúdo

Motorista de caminhão que derrubou passarela é transferido sem aviso a delegado

Luis Fernando Costa, de 30 anos, deixou hospital municipal e foi para clínica particular de madrugada; acidente deixou cinco mortos

29 de janeiro de 2014 | 11h 15
Thaise Constancio - O Estado de S. Paulo

RIO - O motorista do caminhão que bateu em uma passarela na Linha Amarela e deixou quatro mortos e cinco feridos, Luis Fernando Costa, de 30 anos, foi transferido de madrugada do Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca (zona oeste), para uma clínica particular. O delegado responsável pelo caso, Fábio Asty, disse que não foi avisado sobre a transferência de Costa, que será indiciado por quatro homicídios culposos (sem intenção). Asty conversará com a imprensa na tarde desta quarta-feira, 29.

Até o momento, as hipóteses de investigação são se que Costa falava ao telefone na hora do acidente, se teria levantado a caçamba para esconder a placa do caminhão ou se houve erro mecânico.

O delegado espera ouvir ainda nesta quarta o motorista de ônibus, identificado como Antônio Carlos, que tentou avisar Costa que a caçamba estava levantada. Asty também quer ouvir Costa e as vítimas sobreviventes assim que receberem alta do hospital. A Policia Civil analisa as imagens das câmeras de segurança e aguarda o resultado dos laudos periciais.

Em depoimento não-oficial no hospital, Costa contou ao delegado que trafegava a 85 km/h na pista onde a velocidade máxima é 80 km/h. Ele também revelou que sabia que o horário era proibido para caminhões, que só podem trafegar na via depois das 10h.

Jairo Zenatte, motociclista atingido pela queda da passarela, no Hospital Geral de Bonsucesso, segue em estado grave.





Tópicos: Linha Amarela, Rio

Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Protesto pede autonomia para o IBGE

  • Protesto pede autonomia para o IBGE
  • Devo ou não contratar a garantia estendida?
  • Todas as informações sobre o produto têm de ser claras



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo