Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

Para Haddad, preocupação com 'rolezinho' é exagerada

Prefeito afirmou que jovens só querem se divertir e que CEUs estarão à disposição para encontros

22 de janeiro de 2014 | 14h 06
Artur Rodrigues

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) disse nesta quarta-feira, 22, que a preocupação com os "rolezinhos" é exagerada. Ele ainda afirmou que não vê problemas em encontros do gênero acontecerem nos Centros Educacionais Unificados (CEUs) e em clubes municipais. 

"Eu acho que está havendo um certo exagero. Nada que uma boa conversa não resolva", disse, quando questionado sobre o que achava da demanda da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) para a criação de "rolezódromos". "Sinceramente, a garotada que está em contato conosco é uma garotada que tem menos de 18 anos, que quer se encontrar, que quer namorar, quer se divertir na cidade. É mais uma questão de conversa, pactuação, acordo, do que propriamente repressão", completou, durante evento no Largo da Batata, em Pinheiros, na zona oeste.

O prefeito afirmou que assinará um decreto para que haja gestão compartilhada dos CEUs, entre educação, cultura e esporte. "É um espaço público que recebe as pessoas para as atividades mais variadas. Para ouvir música", afirmou. "Nós não queremos um volume alto do lado da casa de um trabalhador que precisa acordar às 4h. Mas, em um lugar próprio, por que não cultivar a centenas de ritmos que o Brasil produziu para o mundo?"

Haddad também falou sobre obras de requalificação do Largo da Batata, parte da Operação Urbana Água Branca. Uma delas será um bicicletário, ligado à Estação Faria Lima do Metrô, que será inaugurado em março. Também será feita uma ciclovia partindo do largo, rumo à zona sul.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil

  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho
  • Brasília: monumental na aparência e nas distâncias



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo