Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias > São Paulo
Início do conteúdo

'Rolezinho' não é problema de polícia, afirma Alckmin

Governador manteve posição do governo de que encontros são atividades culturais e Polícia Militar será acionada apenas em caso de tumulto

16 de janeiro de 2014 | 14h 20
Victor Vieira - O Estado de S. Paulo

Atualizado às 15h06.

Segundo Alckmin, a Polícia Militar vai colaborar em caso de tumultos - Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão
Segundo Alckmin, a Polícia Militar vai colaborar em caso de tumultos

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), reiterou nesta quinta-feira, 16, a posição de que os "rolezinhos" são atividades culturais, não problema de polícia. "O rolê, o passeio, a volta é uma atividade cultural. É problema de polícia se há depredação, se há roubo", afirmou.  O discurso é o mesmo adotado pelo secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, no dia anterior. Movimentos sociais prometem um "rolezão popular" a partir das 17 horas desta quinta nos shoppings Jardim Sul e Campo Limpo, ambos na zona sul. 
 
Segundo Alckmin, a Polícia Militar vai colaborar em caso de tumultos. "A parte interna dos shoppings é segurança privada e a parte externa é da polícia. Mas, se houver necessidade, a polícia é parceira para proteger a população", afirmou o governador durante evento em Pinheiros, zona oeste da capital. "Colocar em risco a saúde e a vida das pessoas, isso é o que não pode", apontou.

As opções de lazer e manifestações culturais entre os adolescentes, de acordo com ele, mudam de geração para geração. "Antigamente davam rolê, passeio na praça, me lembro do meu tempo de jovem em Pindamonhangaba (interior paulista). Hoje é no shopping. Os tempos são outros", relatou.

Inicialmente grandes encontros promovidos por adolescentes da periferia em centros de compras de São Paulo, os "rolezinhos" foram incorporados por movimentos sociais como estratégia de protesto. Ativistas negros, sem-teto e black blocs pretendem fazer manifestações em shopping centers, que monitoram os eventos e já conseguiram até bloquear páginas de redes sociais.






Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão

Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil

  • Fóruns Estadão Brasil 2018 debate educação no Brasil
  • O dia seguinte no morro Pavão-Pavãozinho
  • Brasília: monumental na aparência e nas distâncias



Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo