Brasil oferece ajuda para segurança da Copa de 2010

O ministro da Justiça, Tarso Genro, apresentou nesta sexta-feira ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, as medidas de segurança que o Brasil pretende adotar durante a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo, em 2014. E prometeu que o Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci) estará implementado em todo o País em 2013.

AE, Agencia Estado

27 Novembro 2009 | 16h02

Além disso, o ministro colocou à disposição da Fifa informações técnicas de apoio para, se necessário, ajudar com a segurança durante a Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África do Sul.

A apresentação foi aprovada por Blatter, que disse estar confiante de que o Mundial será disputado sob boas condições de segurança e reconheceu os esforços do governo brasileiro em fortalecer a segurança pública do País.

Tarso também aproveitou o encontro para detalhar a estrutura da Força Nacional de Segurança Pública e garantiu que a tropa receberá novos reforços e investimentos até a Copa do Mundo. Além disso, prometeu que o Ministério da Justiça vai investir na qualificação das polícias estaduais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.