'A web não é o único caminho para os softwares, mas é a direção natural'

ZORANA GEE, gerente de produtos Photoshop da Adobe

Lucas Pretti,

04 Agosto 2008 | 00h00

O Photoshop quer disputar mercado com o Flickr e o Picasaweb? Não. A idéia do Photoshop Express é dar aos usuários uma solução única e online para quem precisa editar imagens. Muita gente usa Picasa, Flickr, Facebook, MySpace e pode querer editar fotos no Photoshop. Os recursos exclusivos do programa original são pesados demais para migrarem para a web. Acho que nunca migrarão. A web é o único caminho para o mercado de softwares? Eles continuarão a ser vendidos em caixas? Não diria que é o único caminho, mas é definitivamente a direção natural. As pessoas estão cada vez mais na web e buscam mais praticidade nos aplicativos online. Os softwares em caixa não desaparecerão, mas estão condenados a falar mais com programas da web. O que é mais forte: a indústria de softwares ou os milhões de colaboradores em torno de programas de código aberto? Eu acho que há muito poder entre os open source. Mas falta garantias. Eles têm necessariamente a solução que você procura, suporte técnico? São vantagens exclusivas dos softwares comerciais. Illustrator, InDesign e outros softwares da Adobe serão lançados em versão reduzida na web? Acho que não posso falar sobre isso... O discurso oficial é que ouvimos os consumidores e decidimos o que fazer com base na experiência de uso deles.

Mais conteúdo sobre:
software

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.