Acabe com as pragas gigantes do gelo

No game para PC ‘Lost Planet Colonies’, jogador encara aranhas colossais, vermes assassinos e piratas inescrupulosos

Jocelyn Auricchio,

04 Agosto 2008 | 00h00

A primeira versão de Lost Planet, lançada ano passado, marcou muitos jogadores por conta dos gráficos impressionantes e principalmente pela diversidade de inimigos. Além de oponentes humanos, com boa inteligência e perícia em combate, o jogo conta com vários oponentes em forma de inseto, que vão de aranhas em tamanho humano a monstruosidades do tamanho de prédios. Existem até vermes monumentais, que viajam pelo subsolo e emergem em alta velocidade, devorando tudo – e todos – por seu caminho. Inicialmente lançado para Xbox 360, o jogo foi portado para PC e PlayStation 3. Colonies, a versão que foi lançada oficialmente o Brasil, é uma espécie de versão envenenada do game. Além da missão principal, o jogo conta com três novos modos de jogo. O primeiro, denominado Score Attack, atribui um determinado valor em pontos para cada inimigo abatido. Quanto mais estiloso e complexo for o ataque, mais pontos o jogador ganha. O segundo, Trial Battle Mode, é ignorância pura. Os chefes de fase, absurdamente grandes e difíceis, vêm um atrás do outro. O terceiro é o Off Limit, o mais divertido. Você ganha armas superpoderosas, com munição infinita, e se movimenta em velocidade acelerada. Em Lost Planet, o jogador aventura-se por um mundo congelado, com temperaturas muito abaixo de zero, e enfrenta alienígenas artrópodes conhecidos como Akrid. Essas feras assassinas conseguem sobreviver no planeta inóspito graças à capacidade de metabolizar um composto orgânico rico em calor. Durante uma missão de exploração, o personagem principal do jogo sofre um acidente e acaba dependente desse composto, que é a única substância que evita sua iminente morte. Para continuar a viver, você precisa eliminar os monstros e pegar a energia vital deles. A única vantagem: essa energia aumenta drasticamente sua capacidade de regeneração. Se conseguir sobreviver a um ataque violento, é possível recuperar a saúde do personagem, mas para isso é necessário evitar sofrer danos por um curto período de tempo. Para piorar a situação, o planeta também está infestado por piratas fortemente armados, que não vêem com bons olhos qualquer interferência a seus negócios. Em alguns momentos, tanto piratas quanto Arkrids atacam simultaneamente, às vezes até lutando entre si mesmos. Além de andar a pé pela superfície congelada do planeta, também é possível controlar uma série de robôs, que funcionam mais ou menos como a armadura do Homem de Ferro. Além de carregar armamento pesado, esses robôs, dependendo do modelo, podem planar no ar por algum tempo, dar saltos enormes e até se transformar em jatos de transporte. E como servem de armadura, eles evitam que seu personagem perca energia ao sofrer ataques. O lado ruim de utilizar um desses robôs é que eles são movidos pela mesma energia que mantém seu personagem vivo. E consomem energia em uma velocidade assombrosa. Para conseguir avançar no jogo é preciso procurar fontes alternativas dessa energia térmica. Como praticamente tudo o que é mecânico, como carros e equipamentos, utiliza essa energia, basta explodir um veículo para conseguir uma pequena quantidade de energia. Tambores e depósitos de energia térmica estão espalhados pelo cenário e parte da estratégia do jogo reside em estocar energia para prosseguir. Os cenários do jogo variam de cidades congeladas, montanhas inóspitas e asquerosas cavernas que são infestadas com Akrids. No decorrer do game, aparecem vários tipos deles, como versões horrendas de escorpiões, tatus-bola do inferno e até mariposas explosivas. Nos combates com vários jogadores pela internet é possível controlar essas três. Além dos monstros, existem vários personagens secretos para serem utilizados online. Os modos de jogo online são bastante interessantes. Além do básico mata-mata, presente em qualquer jogo de tiro, existem desafios interessantes, como batalha de robôs, captura de bases, captura de ovos de insetos e até uma espécie de ofensiva para conquista de bases, muito parecida com o modo clássico que consagrou o game Counter Strike. Lost Planet: Colonies é obrigatório para qualquer jogador de PC. A história bacana e o modo online valem o preço. LOST PLANET: COLONIES PRODUTORA | Capcom DISTRIBUIDORA | Synergex: (11) 4133.1313 PREÇO | R$ 80 (em média) PLATAFORMAS | PC/Xbox 360 DETALHES | Lost Planet marcou o Xbox 360 e o PS3 com seus gráficos competentes e inimigos gigantescos. A versão Colonies, lançada no Brasil para PC, além das missões multiplayer especiais, traz gráficos superiores, novas armas e partidas em rede com o Xbox 360.

Mais conteúdo sobre:
games

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.