Acionistas aprovam fusão Submarino-Americanas.com

Os acionistas do site de comércio eletrônico Submarino aprovaram nesta quarta-feira a fusão da empresa com a Americanas.com, unidade de internet das Lojas Americanas, e a criação da B2W, que consolidará as operações. As Lojas Americanas têm 53,25% do capital total da B2W e os acionistas do Submarino possuem os 46,75% restantes, segundo fato relevante. Ainda conforme comunicado do Submarino, as ações do site continuarão a ser negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo até que a B2W tenha "obtenção do registro de companhia aberta junto à Comissão de Valores Mobiliários e a aprovação do pedido de listagem de B2W no segmento do Novo Mercado da Bovespa". Os dois principais sites de comércio eletrônico do país anunciaram em 23 de novembro a união de suas atividades. Com o negócio, a nova empresa busca enfrentar rivais gigantes como Wal-Mart, além de estudar uma expansão internacional. As empresas estimaram que a fusão gerará sinergias de cerca 800 milhões de reais. Dos cerca de R$ 1,6 bilhão do faturamento conjunto de janeiro a setembro, R$ 563 milhões são relativos ao Submarino e o restante à Americanas.com. Na Bovespa, às 16h30, as ações do Submarino avançavam 2,60%, para R$ 66,69, enquanto as das Lojas Americanas cediam 2,70%, a R$ 111,90. No mesmo horário, o principal índice da bolsa tinha leve alta de 0,17%.

Agencia Estado,

13 Dezembro 2006 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.