Aeroviários fecham proposta de reajuste em 7,2%

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), chegou a consenso para o porcentual do reajuste salarial, de 7,2%, retroativo a 1 dezembro para a categoria. Foram reajustados pelo mesmo índice os pisos salariais, o vale-refeição e a cesta básica. A informação foi dada esta tarde em nota pelo Snea, que agrega 15 empresas nacionais e 17 estrangeiras. O acordo foi firmado em convenção coletiva de trabalho com o Sindicato dos Aeroviários do Amazonas (Sindamazon), que agrega profissionais da região Norte do Brasil. Os demais sindicatos de aeronautas e aeroviários ficaram de submeter a proposta das empresas aéreas às suas respectivas assembléias, na próxima semana. Se aprovada, o novo acordo deverá ser celebrado até a quinta-feira da semana que vem (dia 18). Em meio a uma crise econômica mundial sem precedentes, o SNEA considera que o reajuste obtido representa o maior esforço que as empresas aéreas poderiam fazer, neste momento, sem comprometer a saúde financeira em época de grandes incertezas.

KELLY LIMA, Agencia Estado

10 Dezembro 2008 | 16h38

Mais conteúdo sobre:
greve aeroviários reajuste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.