1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

AgroZurita é dona do nelore Cedro

José Maria Tomazela - O Estado de S.Paulo

11 Março 2009 | 02h 10

Ivan Zurita, presidente da Nestlé no Brasil, fechou negócio: passa a ter o maior plantel de elite da raça no País

Um dos mais tradicionais celeiros da genética nelore no Brasil mudou de mãos. A AgroZurita acaba de adquirir a fazenda Chácara Cedro, de Uberaba (MG), do pecuarista Benedito Mutran Filho, reconhecida por ter um dos mais conceituados plantéis da raça nelore no País. Com isso, a AgroZurita assume a liderança na criação dessa raça.

O negócio foi anunciado no dia 5 pelo empresário Ivan Zurita, presidente da Nestlé no Brasil. A compra incluiu o plantel de 1.500 cabeças, entre eles animais campeões. "Foi como entrar num antiquário e comprar todas as peças", comparou o criador.

Ele não revelou o valor do negócio por não ter pedido a anuência do vendedor, mas diz ter sido a maior operação de produtor para produtor já registrada. O nome da fazenda, agora com a marca da Agropecuária Zurita, passa a ser CedroZ.

Desde 2002, Zurita se destaca como criador de gado simental sul-africano, mais adaptado ao calor que o europeu. Atento aos rumos da pecuária nacional, logo ele aderiu ao nelore. "Pensar na pecuária brasileira e não no nelore seria um pouco de miopia", diz. O cruzamento das duas raças produz animais precoces e com carne de alta qualidade. "Podemos abater com 13 meses pesando 16 arrobas."

Parcerias mantidas

As parcerias da Cedro com outros criadores serão mantidas. Zurita diz que o negócio foi uma "aposta" na pecuária brasileira num momento de crise, em que as exportações caíram e frigoríficos suspenderam os abates. "O momento não é de crise, e sim de uma nova realidade", argumenta.

O primeiro teste ele teve no sábado, durante a tradicional exposição agropecuária de Avaré (SP), a Emapa.

Abrindo o calendário de 2009 de grandes leilões, o Leilão Origem CedroZ da Agropecuária Zurita, ofertou 23 lotes da raça nelore, entre eles animais recém-comprados.

As vendas totalizaram R$ 9,1 milhões, com a excelente média de R$ 395.900 por animal, com direito, ainda a um recorde da raça: 50% de uma fêmea nelore, a vaca Vala IV FIV BM da FC, da Agropecuária Zurita, foi arrematada por R$ 6 milhões pelos compradores Mario Florêncio Cuesta, Nelore Dani e Lucília Diniz.

linkINFORMAÇÕES:

Site www.agrozurita.com.br