Aldo Mendes, do BC, diz que há 'gordura' na taxa de câmbio

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Aldo Mendes, afirmou nesta segunda-feira que há "um pouco de gordura" na taxa de câmbio neste momento, ao mesmo tempo em que afirmou que o BC tem bastante espaço para oferecer dólares no mercado spot ou de derivativos.

Reuters

10 Dezembro 2012 | 13h34

Em evento no Rio de Janeiro, Mendes afirmou que o BC está preparado para fornecer liquidez, e que a entidade não tem meta ou banda de câmbio.

(Reportagem de Walter Brandimarte)

Mais conteúdo sobre:
MACRO ALDO ESPACO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.