Alunos da PUC marcam churrasco na reitoria

Para reforçar a ocupação que começou no domingo no câmpus de Perdizes da PUC-SP, alunos em greve por causa da nomeação da professora Anna Cintra como reitora, apesar de ela não ter sido a mais votada, marcaram para hoje um churrasco em frente à reitoria. Os organizadores pedem que sejam trazidas barracas. Segundo o estudante de Ciências Sociais Bruno Bortoletto, de 24 anos, o evento é "um ato simbólico para a ocupação desse espaço e uma confraternização para nos mantermos mobilizados".

O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2012 | 02h06

No fim da tarde de anteontem, alunos publicaram nas redes sociais carta a Anna Cintra, na qual apontam situações em que a reitora foi chamada para conversar. Mencionam uma audiência pública no Teatro Tuca, no dia 21, e uma reunião do Conselho Universitário do dia 28. Os estudantes dizem não reconhecer Anna como reitora, uma vez que "procurada para dialogar, ignorou os pedidos da comunidade".

Mudança. Alunos relataram que anteontem funcionários retiraram documentos da reitoria, o que foi visto como indício de que Anna pretende se instalar em outro câmpus. O local mais cotado é o prédio da Coordenadoria-Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão, na Rua da Consolação. "Lá ela encontra menos resistência, pois os alunos são pós-graduandos, mais velhos", diz o estudante de Jornalismo Stefano Wrobleski.

A Fundação São Paulo, mantenedora da PUC-SP, não confirmou a mudança, mas afirmou, em nota, que Anna "tem feito reuniões com o chefe de gabinete e com os pró-reitores para avaliar o cenário, documentos e demandas". / CRISTIANE NASCIMENTO, ESPECIAL PARA O ESTADÃO.EDU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.