Após 6 horas, homem liberta ex-mulher e se entrega em SP

Segundo polícia, ele estaria inconformado com fim do relacionamento; filha do casal também ficou em cárcere

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

15 Dezembro 2008 | 20h54

Após mais de seis horas de negociações, o homem que mantinha a ex-mulher sob a mira de um revólver calibre 38 libertou a refém ilesa e se entregou à polícia por volta das 18h30 desta segunda-feira, 15, em Laranjal Paulista, no interior de São Paulo.   De acordo com a Polícia Civil, a filha do casal, de 3 anos, também foi feita refém dentro da própria casa, mas foi liberada por volta das 13 horas e levada para a casa de parentes. Assim que a polícia cercou a casa, o homem teria feito um disparo. Durante a tarde, ele ainda exigiu a presença de um advogado antes de se entregar, pedido que foi atendido pelos negociadores.   Segundo a polícia, ele manteve a mulher refém por não aceitar o fim do relacionamento. O homem já tem passagem na polícia por tentativa de homicídio. Após ser encaminhado à delegacia da cidade, ele foi ouvido e deve responder por cárcere privado, porte ilegal de arma e disparo de arma de fogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.