1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Ator sofre acidente de carro por causa de bueiro

FELIPE TAU - Agência Estado

06 Junho 2013 | 16h 01

O ator e humorista Eduardo Sterblitch, de 26 anos, do programa "Pânico na Band", sofreu um acidente no fim da noite desta quarta-feira, 5, depois que o carro em que estava com o empresário Eduardo Perez, de 35 anos, foi atingido por um caminhão na Marginal do Tietê, perto da alça de acesso para a Rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo. O automóvel bateu numa carreta que perdeu o controle ao passar por um bueiro da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), cuja tampa se soltou. Apesar da gravidade do acidente, ninguém se feriu. A Sabesp afirmou que indenizará os envolvidos no acidente.

Perez, que dirigia o Smart Fortwo Brabus, afirma que o caminhão, com um contêiner, o fechou de repente e ele não teve o que fazer. "A carreta passou em cima do bueiro sem tampa, estourou o eixo e veio para cima da gente. Graças a Deus, não quebramos nem uma unha", diz. "Quando os policiais e bombeiros chegaram, disseram: ''Cadê as vítimas?'' Ficaram bem assustados", afirma. A reportagem não conseguiu contato com Sterblitch.

De acordo com o empresário, o veículo que dirigia foi arrastado de um lado para o outro, até parar. "Parece que a gente ficou que nem uma bolinha, foi um negócio de louco", lembra. "Não tivemos reação nenhuma, nem um grito. Um só olhou para a cara do outro. Pensamos que a carreta ia virar e passar por cima." O carro, segundo Perez, foi comprado há menos de um mês e teve perda total. De acordo com uma revendedora da marca no Brasil, o automóvel só pode ser comprado por encomenda e custa cerca de R$ 125 mil. Ele, que tem seguro, diz que pretende processar a Sabesp.

"Com certeza, essa tampa de bueiro foi mal feita por que tinha corrupção, tinha propina ali. Temos de usar esse exemplo, a visibilidade do Eduardo, para que não aconteça com os outros. Nós poderíamos estar mortos. É uma irresponsabilidade muito grande, um assassinato." Em nota, a companhia, responsável pelo fornecimento e tratamento de água em 363 cidades do Estado, lamentou o acidente e anunciou que irá reparar as vítimas.