Australiano é preso no Cairo com múmias na bagagem

Homem foi detido em aeroporto; múmias de animais eram de 300 a.C.

Da BBC Brasil, BBC

25 Dezembro 2008 | 08h51

Um australiano foi preso no aeroporto de Cairo depois que funcionários encontraram múmias de animais em sua bagagem. Um porta-voz do aeroporto disse que as múmias, de um gato e um íbis - um pássaro de bico alongado -, datavam do ano 300 a.C. Segundo o porta-voz, também foram encontradas 19 estatuetas de deuses antigos egípcios nas malas do passageiro. O homem foi indiciado por contrabando de antigüidades, uma acusação que pode render penas de até 15 anos de prisão. A mumificação de animais era comum no Egito antigo. Animais como íbis, falcões e gatos eram tidos como sagrados. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
arqueologia australiano múmia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.