Carolina Arantes/AE
Carolina Arantes/AE

Bancas de comida de chef vão ocupar o Minhocão

Em 6 de maio o Minhocão vai se transformar em um imenso mercado de rua. Em 2012, a organização da Virada Cultural, com apoio da Prefeitura, não vai deixar ninguém passar fome. 

18 Abril 2012 | 20h22

Da altura da Rua Amaral Gurgel até a Rua Helvétia, 20 barracas devem fazer a alegria dos baladeiros famintos que circularão pelo centro - os organizadores calculam que algo em torno de 20 mil pessoas vão participar do Chefs na Rua, iniciativa inédita no evento.

“O Minhocão é o ‘patinho feio’ do centro, mas é o espaço ideal, já que fica sempre fechado no final de semana”, diz Mauricio Schuartz, um dos produtores. “Talvez esse seja o melhor momento para uma ação como essa, de ocupação da rua e de proposta gastronômica.”

Alex Atala deve abrir os trabalhos à meia-noite com a galinhada que tem feito a fama do Dalva e Dito nos fins de semana. Das 8h da manhã às 20h chegam os demais, com comida de rua “assinada”, com doces e salgados vendidos entre R$ 5 e R$ 15.

Checho Gonzales, chef e “agitador” do movimento de invasão gastronômica urbana, não ficou de fora, e deve testar, no próximo sábado, a logística do serviço em banca e tabuleiro durante o Mercado, feira de comida que ocupará o pátio da Galeria Vermelho, em Higienópolis, e terá a participação de outros 12 cozinheiros. Na Virada, além de quase todos os companheiros - além de Janaina Rueda (Bar da Dona Onça), Dagoberto Torres (Suri), Lourdes Hernandez e Henrique Fogaça (Sal) -, o Chefs na Rua terá a presença de Rodrigo Oliveira, do Mocotó, Heloísa Bacellar, do Lá da Venda, Raphael Despirite, do Marcel e Renato Carioni, do Così, que deve servir um sanduíche com hambúrguer de pato e maionese trufada - “uma piração do Carioni: vão ser 120 litros de maionese, 400 kg de pato”, diz Schuartz. Um manifesto preparado por Daniela Narciso e Checho Gonzales, assinado pelos 20 chefs participantes, deve circular na Virada. “Queremos tornar a boa comida acessível, enaltecer o valor de um bom prato para muito além dos seus ingredientes e mostrar que é possível unir alta gastronomia e comida de rua.”

Onde fica:

Chefs na Rua

Viaduto Pres. Costa e Silva

(Minhocão). Dia 6 de maio, 8h/20h. Entrada gratuita

Pratos: R$ 5 a R$ 15. 

www.chefsnarua.com.br

Mais conteúdo sobre:
Paladar Virada Cultural Minhoc&atilde o

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.