Base de internautas do País cresce com maior venda de PCs

A expansão nas vendas de computadores este ano começa a se refletir em aumento no número de usuários com acesso residencial à internet no Brasil, que em novembro subiu 10,7% em relação ao mesmo mês de 2005. Segundo a empresa de pesquisa Ibope/NetRatings, a base de internautas residenciais do País somou 22,1 milhões em novembro, crescimento de 5,4% sobre outubro. "A pesquisa está pegando claramente a tendência de crescimento da internet brasileira, puxada pelo barateamento dos computadores", disse o analista Alexandre Magalhães. "Há dois ou três meses as vendas de computadores estão crescendo rapidamente e agora começa a haver um aumento efetivo no número de internautas", acrescentou. Medidas do governo federal de incentivo à inclusão digital têm motivado a comercialização de computadores pessoais no País este ano. A previsão é que o mercado registre vendas de cerca de 7 milhões de PCs em 2006, ante 5,5 milhões em 2005, segundo dados da empresa de pesquisa do mercado de tecnologia IDC. De acordo com a Ibope/NetRatings, o número de internautas residenciais que navegou pelo menos uma vez pela Web (usuários ativos) em novembro foi de 14,5 milhões, 8,5% a mais que em outubro e 15,5% acima do verificado um ano antes. "O aumento na quantidade de pessoas com acesso reflete no crescimento dos usuários ativos", disse Magalhães. Navegação O Brasil continuou a ser em novembro o país com maior tempo médio de navegação residencial por internauta, conforme a Ibope/NetRatings, com 20 horas e 4 minutos, 26 minutos menos que no mês anterior. Entretanto, na comparação com novembro de 2005, o mês passado representa um aumento de 12,2% no tempo de navegação por usuário. Os dados da empresa baseiam-se em pesquisa telefônica com 1.000 residências escolhidas aleatoriamente no Brasil. A categoria de sites avaliados pela empresa de pesquisa e que reúne páginas de comércio eletrônico cresceu 9,9% em audiência em novembro. "A categoria e-commerce, com as lojas de varejo, deve ser a vedete do período de festas e, se repetir o crescimento do ano passado, deve atrair mais de 8,5 milhões de internautas residenciais em dezembro deste ano", disse Magalhães em comunicado à imprensa.

Agencia Estado,

19 Dezembro 2006 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.