Batata-doce provocante

THE NEW YORK TIMES

Mark Bittman, O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2010 | 01h09

Torta de batata-doce é uma ideia adorável por vários motivos: combina lindamente doçura e especiarias, é uma sobremesa que tem por base um vegetal, sua cor é impactante e consegue ser, ao mesmo tempo, cremosa e crocante.

Esse seria o conceito da torta ideal. Mas, infelizmente, a maioria das tortas de batata-doce têm o recheio denso demais e formam uma crosta que parece cartolina. Esta é diferente. Não apenas seu recheio é rico e leve, mas a crosta tem sabor, levemente puxado para o exótico. Não é tradicional, mas é provocante.

A torta começa com uma crosta de biscoito graham cracker (de água, sem sal) que por si só já está anos-luz à frente das versões comuns. A crosta é enriquecida com especiarias e coco ralado, o que lhe dá sabor e textura e a livra da condição de mero invólucro do recheio. (Pode-se usar outro tipo de biscoito, como o de gengibre.)

O recheio também é inovador, com leite de coco, o que o deixa mais leve e cremoso, quase um flan. (Um alerta: cuidado para não "trabalhar" demais as batatas-doces. Processe-as apenas até obter uma massa macia e uniforme. Ao fazer o recheio, ponha primeiro o leite de coco e depois as batatas. Caso contrário elas ficam grudentas e pastosas.)

Como acontece com muitas crostas de torta, esta pede um breve pré-cozimento, depois do qual você põe o recheio, leva de volta ao forno e deixa a torta assar até ficar apenas no ponto. Isso porque ela ainda continua assando um pouco depois de sair do forno, e você vai querer que ela fique meio úmida.

Torta de batata-doce com crosta de coco e especiarias

Receita

Preparo 1h20

6 a 8 porções

Ingredientes

2 batatas-doces médias, descascadas e cortadas em cubos de 2 cm

1 1/3 xícara de migalhas de biscoitos graham cracker (de água, sem sal), obtidos a partir de 1 pacote com 9 lâminas de bolacha

1/4 de xícara de coco ralado

1/2 xícara e 2 colheres (sopa) de açúcar

1 1/4 colher (chá) de gengibre moído

1 1/4 colher (chá) de canela em pó

8 colheres (sopa) de manteiga derretida

3 ovos

1/4 de colher (chá) de noz-moscada moída

1 pitada de cravo moído

1 pitada grande de sal

1 xícara de leite de coco

Preparo

Preaqueça o forno a 175°C. Ponha as batatas-doces numa panela média, cubra com água (ultrapassando 2 cm) e leve ao fogo até ferver. Reduza o fogo para médio/baixo e cozinhe até as batatas ficarem bem macias, de 12 a 15 minutos. Escorra e esprema, ou passe no passa-legumes.

Enquanto as batatas cozinham, leve os biscoitos para o processador e acione várias vezes, até eles ficarem finamente moídos. Acrescente o coco ralado, 2 colheres (sopa) do açúcar, 1/4 de colher de chá de gengibre e a mesma quantidade de canela. Acione o processador uma ou duas vezes; acrescente a manteiga derretida e processe apenas até misturar.

Pressione a mistura numa fôrma de torta de 23 cm de diâmetro e asse por cerca de 7 minutos. Tire do forno e deixe esfriar. Num processador, ponha os ovos e o que restou do açúcar, gengibre e canela, o cravo e o sal. Bata até misturar bem. Acrescente o leite de coco e acione o processador até misturar. Depois, acrescente as batatas-doces e bata até a mistura ficar homogênea. Ponha a massa da torta já assada em uma assadeira, acrescente o recheio de batata e asse até a mistura ficar cozida no alto, mas ainda meio úmida, por 40 a 45 minutos. Deixe esfriar e sirva levemente aquecida ou em temperatura ambiente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.