1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

BC do México mantém juros e vê melhora na economia

REUTERS

11 Julho 2014 | 12h 07

O banco central do México manteve nesta sexta-feira a taxa básica de juros em 3 por cento, como esperava o mercado, e indicou estar vendo sinais de melhora na economia.

Mesmo assim, a autoridade monetária assegurou que a economia está mais abaixo do potencial do que se esperava há alguns meses. Por isso, não vê pressão nos preços proveniente da demanda agregada.

Dessa forma, o Banco do México espera que a inflação caia a níveis próximos de 3 por cento --sua meta oficial-- a partir de janeiro de 2015.

"Embora espere-se que como resultado do maior crescimento econômico o hiato do produto vá se fechando no horizonte relevante, este provavelmente continuará no terreno negativo até o fim de 2015", indicou o banco central.

A autoridade monetária informou que vigiará todos os determinantes da inflação e suas expectativas de médio e longo prazos, assim como a esperada recuperação da economia e a postura monetária do país a respeito dos Estados Unidos.

O Produto Interno Bruto (PIB) do México poderia crescer 2,7 por cento neste ano, ante 1,1 por cento em 2013, de acordo com estimativas oficiais.

(Reportagem de Luís Rojas)