Ir para o conteúdo
ir para o conteúdo
 • 
Você está em Notícias >
Início do conteúdo

Berlusconi opta por rugas em nova estratégia de imagem

26 de janeiro de 2014 | 10h 02
Reuters

O ex-premiê italiano Silvio Berlusconi, famoso por seus tratamentos faciais e implantes de cabelo, optou por uma drástica mudança de imagem em reação à ascensão do rival mais jovem Matteo Renzi e concordou em ser mostrado com rugas e sem maquiagem por um jornal britânico, neste domingo.

O Sunday Times publicou na primeira página de seu suplemento colorido uma foto do líder italiano de centro-direita chamada de "Silvio Berlusconi após a queda", produzida pelo fotógrafo Paul Stuart. Grandes jornais italianos reproduziram a imagem.

"Il Cavaliere orgulhoso de sua idade", afirmou o Il Giornale, um jornal controlado pela família de Berlusconi, utilizando um apelido do bilionário que foi condecorado com o título "Cavaliere del Lavoro" por seus serviços à indústria da Itália em 1977.

"Ele tirou a máscara porque máscaras não são mais necessárias. Agora o inimigo não é o mesmo e a mesma maquiagem não é mais necessária", publicou o jornal.

Outros jornais italianos dissecaram a foto e concluíram que a ascensão de Renzi, o prefeito de Florença de 39 anos que tem agitado a política italiana desde que foi indicado para a liderança do Partido Democrático, de centro-esquerda, persuadiu Berlusconi a explorar sua idade.

Banido do parlamento por causa de fraudes fiscais e enfrentando outras batalhas legais, Berlusconi chegou a um acordo com Renzi neste mês sobre reformas no sistema eleitoral italiano e tem repetidamente expressado admiração pelo rival mais jovem.

O Corriere della Sera afirmou que Berlusconi decidiu que a ascensão de Renzi significa que ele não pode mais continuar a usar a mesma estratégia utilizada para vencer rivais de meia idade da centro-esquerda como Romano Prodi, Massimo D'Alema ou Walter Veltroni.

"Renzi não é apenas jovem, ele é mais jovem que eu. Eu sou mais velho (...) e não tenho medo de mostrar-me assim", publicou o jornal citando Berlusconi.




Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui

Siga o Estadão




Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo