Best Buy anuncia que venderá iPhone da Apple nos EUA

Rede será a primeira cadeia nacional de varejo a vender o aparelho; parceria pode elevar vendas

Reuters,

13 Agosto 2008 | 17h27

A Best Buy será a primeira cadeia nacional de varejo a vender o iPhone, da Apple, nos Estados Unidos, em uma parceria que pode ajudar a elevar as vendas do aparelho que deve ser um dos eletrônicos mais procurados na nova temporada de festas.   A Best Buy, maior cadeia norte-americana de varejo de eletrônicos, anuncia nesta quarta-feira que venderá o novo iPhone 3G da Apple, que permite conexão de alta velocidade com a Internet, em suas 970 lojas, a partir de 7 de setembro.   Cerca de 600 das lojas também oferecerão os aparelhos, em versões com preços de 199 e 299 dólares, em minilojas Apple. As lojas Best Buy Mobile, que operam em cerca de 15 cidades dos EUA e se especializam em celulares, também venderão o aparelho, cuja compra requer contrato de dois anos com a operadora de telefonia móvel AT&T.   Para a Apple, o canal de distribuição ampliado ajudaria a empresa a atingir o objetivo de vender 10 milhões de iPhones até o final de 2008. A empresa vende o aparelho em sua rede de lojas Apple, de menor porte, e nas lojas da AT&T, e um milhão dos novos aparelhos foram vendidos no primeiro final de semana de comercialização, em julho.   A AT&T afirma que o atual período de espera é de entre sete e 10 dias, para os clientes que procuram iPhones em suas lojas. A empresa espera conseguir reduzir essa demora até que possa vender aparelhos com entrega no mesmo dia, dentro de algumas semanas.   A Best Buy conta com a introdução do aparelho para ajudar a atrair interesse dos consumidores e compras adicionais na crucial temporada de festas, que responde por cerca de um terço das vendas anuais da empresa.   "Isso nos solidifica como um lugar a que as pessoas podem ir para comprar os melhores produtos", afirmou Shawn Score, presidente da Best Buy Mobile. "Nossos consumidores estão à procura desse produto."   A adição do iPhone é uma vitória para a Best Buy, que vem elevando sua participação de mercado nos celulares, computadores e televisores de tela plana, enquanto a principal rival do grupo, a Circuit City Stores, explora opções estratégicas e enfrenta dificuldades para reverter o declínio de seus negócios.

Mais conteúdo sobre:
Best Buy iPhone Apple

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.