1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Bilionário saudita construirá torre mais alta do mundo

REUTERS

02 Agosto 2011 | 12h 01

Sobrinho do rei Abdullah anunciou projeto nesta terça; edifício custará US$ 1,23 bilhão

Alwaleed bin Talal anuncia, nesta terça, os planos de construir a torre mais alta do mundo

 

JEDÁ, ARÁBIA SAUDITA - O bilionário saudita príncipe Alwaleed bin Talal revelou nesta terça-feira, 2, planos de construir a torre mais alta do mundo na cidade portuária de Jedá, no Mar Vermelho, assinando um contrato de 4,6 bilhões de rials, o equivalente a US$ 1,23 bilhão.

 

O contrato foi assinado com o Bin Laden Group, conglomerado da construção civil pertencente à família do antigo líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, assassinado pelos Estados Unidos em maio.

A torre proposta terá mais de 1.000 metros de altura e demorará mais de cinco anos para ser concluída. "A construção desta torre em Jedá envia uma mensagem econômica e financeira que não deve ser ignorada", disse Alwaleed a repórteres.

 

"Tem uma profundidade política nisso de dizer ao mundo que nós sauditas investimentos em nosso país".

 

Se concluída, a torre substituirá a Burj Khalifa de Dubai, que tem 828 metros, como a mais alta do mundo. A Burj Khalifa foi construída pela Emaar Properties pelo total de US$ 1,5 bilhão.

 

Americanos

 

A torre, que deverá incluir um hotel, apartamentos tipo flat, condomínios de luxo e escritórios, será desenhada pelo escritório de arquitetura norte-americano Adrian Smith + Gordon Gill.

O príncipe Alwaleed, sobrinho do rei Abdullah, disse que a torre ultrapassará os 1.000 metros, mas a altura final é um segredo bem guardado.