BNDES aprova financiamento de US$ 100 mi para a IBM

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou dois financiamentos, no âmbito do Prosoft, o Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços Correlatos. Um deles, para a IBM, no valor equivalente a US$ 100 milhões, e outro para a Padtec, de R$ 20,7 milhões, informou o banco em nota enviada à imprensa. A operação da IBM é a maior já aprovada pelo programa, e será realizada por meio da linha Prosoft exportação. O Brasil foi escolhido pela IBM para ser um de seus fornecedores globais, e o BNDES financiará a venda externa de serviços de tecnologia da informação da subsidiária brasileira, principalmente, para a matriz nos Estados Unidos. O financiamento do BNDES à IBM será repassado pelo banco Santander, por se tratar de operação indireta. O financiamento para a Padtec, empresa de soluções para sistemas de telecomunicações baseados em redes de fibra ótica, será aplicado no desenvolvimento de novos produtos. Os investimentos também prevêem a expansão da capacidade de pesquisa, desenvolvimento e fabricação. O Prosoft, criado em 1997 e remodelado em 2004 em função da Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior, já financiou R$ 670 milhões até novembro, gerando investimentos de R$ 912 milhões na indústria nacional de software em suas três modalidades: Prosoft Empresa (R$ 425,7 milhões), Prosoft Comercialização (R$ 23,8 milhões) e Prosoft Exportação (R$ 220 milhões).

Agencia Estado,

20 Dezembro 2006 | 16h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.