BNDES libera R$2,2bi para nova fábrica de fertilizantes da Petrobras

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financiará 2,2 bilhões de reais para a instalação da terceira fábrica de fertilizantes nitrogenados da Petrobras, informou o banco de fomento nesta quarta-feira.

Reuters

19 Dezembro 2012 | 15h48

A nova fábrica, em Três Lagoas (MS), será a maior de fertilizantes nitrogenados do país e deverá entrar em operação em setembro de 2014, de acordo com o BNDES.

As outras duas fábricas da Petrobras neste setor ficam em Camaçari (BA) e Laranjeiras (SE).

O objetivo com essa nova fábrica é "reduzir a dependência de importação para obter insumos essenciais ao crescimento e melhoria da produtividade agrícola brasileira", disse o BNDES, em comunicado.

Toda a produção de ureia da terceira unidade será destinada ao mercado, mas apenas 70 mil toneladas anuais de amônia irão para venda, já que a própria fabricação de ureia vai consumir a maior parte.

Com essa nova fábrica, a necessidade de importação de ureia cairá de 66 por cento para 39 por cento das cerca de 4 milhões de toneladas que o país consome por ano, segundo o BNDES.

Nesta quarta-feira, a Petrobras detalhou o programa de corte de custos de 32 bilhões de reais de 2013 a 2016.

(Por Juliana Schincariol)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIA PETROBRAS BNDES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.