1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine


Bombeiros atropelam vítima durante socorro

Rene Moreira - Agência Estado

05 Fevereiro 2013 | 17h 12

Mulher de 47 anos foi arremessada de veículo após choque com caminhão baú

FRANCA - Uma auxiliar de enfermagem de 47 anos morreu atropelada nesta terça-feira, em Franca (SP), por um veículo do corpo de bombeiros. O carro, um auto-bomba-tanque usado em incêndios e outras emergências, pesa 41 mil quilos e arrastou a vítima por mais de dez metros.

O acidente aconteceu pela manhã quando Helena Gomes da Silva saía de um conjunto de chácaras na zona rural, numa região conhecida como Paiolzinho. Ela teria entrado na rodovia Tancredo Neves, que liga Franca a Claraval (MG), sem olhar para os lados. Um caminhão baú atingiu a lateral do Fusca que rodou na pista e jogou a mulher no asfalto.

Um garoto de 6 anos que estava com a mulher não se feriu, enquanto que ela ficou na beira da pista aguardando socorro. Testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros e viram quando a viatura estava chegando e atropelou a vítima que foi esmagada pelo pesado veículo. Familiares contaram que Helena Silva, que trabalhava no Pronto Socorro Municipal de Franca, tinha ido ao local buscar o neto para levar ao médico.

O motorista do caminhão e outras pessoas que estavam no local disseram que não mexeram na vítima atendendo a uma recomendação dos próprios bombeiros. Eles falaram que a mulher ainda estava viva quando foi atropelada. O local do desastre é um declive e tem ainda uma curva no fim. O soldado que dirigia o caminhão alegou ter pisado no freio, que não teria respondido de imediato.

O comando dos bombeiros em Franca informou que uma sindicância interna será aberta para apurar exatamente o que ocorreu. Também será instaurado inquérito no 3º Distrito Policial da cidade, que responde pela área.

Foi o segundo atropelamento com morte causado por um carro de bombeiros em Franca em menos de dois anos. Em 2011 um policial rodoviário morreu atropelado por uma viatura de resgate que avançou o sinal vermelho em um cruzamento movimentado da cidade. A vítima estava de motocicleta e foi atingida em cheio morrendo no próprio local.