Cariocas fecham avenidas após assassinato de criança

Moradores da comunidade da Favela Baixa do Sapateiro iniciaram protesto por conta da morte do menino M.R.C., de 8 anos, ocorrida hoje de manhã. Os manifestantes fecharam as vias expressas (Linhas Vermelha e Amarela) e tentaram impedir o tráfego na Avenida Brasil. O Batalhão de Choque chegou ao local para impedir o fechamento da avenida. Um caminhão de lixo embebido em álcool chegou a ser posicionado junto à Avenida Brasil, mas o protesto foi interrompido com a chegada da Polícia. O menino saía de casa para comprar pão quando foi atingido por um tiro na cabeça. Vizinhos dizem que não havia tiroteio entre policiais e bandidos no momento do tiro, e que o garoto teria sido confundido pelos policiais. A polícia informa que o menino ficou no meio do fogo cruzado.

CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

04 Dezembro 2008 | 13h46

Mais conteúdo sobre:
violência protesto Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.