1. Usuário
Geral
Assine o Estadão
assine

Carnaval paulistano começa hoje com desfile no Anhembi

BEATRIZ BULLA - Agência Estado

28 Fevereiro 2014 | 22h 28

O carnaval paulistano começa oficialmente na noite desta sexta-feira com a abertura dos desfiles do grupo especial no Sambódromo. E, em 2014, o carnaval tem importância ainda maior para o calendário da cidade: é neste ano que a capital paulista comemora o aniversário de 100 anos do surgimento de sua primeira escola de samba: o Grupo Carnavalesco Barra Funda, criado em 1914. A informação faz parte do Censo do Samba Paulistano, feito pela São Paulo Turismo (SPTuris).

Como já é tradição, um total de 14 escolas que fazem parte do Grupo Especial desfilam pela pista do Anhembi entre a noite de sexta-feira (28) e a de sábado, 1º de março. No domingo, desfilam as oito agremiações integrantes do Grupo de Acesso.

A primeira a pisar no Sambódromo neste ano é a Leandro de Itaquera, vice-campeã do Grupo de Acesso no ano passado, que começa a desfilar às 23h15. A Rosas de Ouro, vice-campeã do carnaval 2013, atrás da vencedora apenas por critério de desempate, é a segunda a entrar na avenida, por volta das 0h25. Na sequência, vêm X-9 Paulistana, Dragões da Real e Acadêmicos do Tucuruvi, ainda na madrugada. A Vai-Vai é a penúltima a desfilar e deve entrar por volta das 4h55. Com o dia amanhecendo, a Tom Maior encerra o primeiro dia de evento.

Já na segunda noite de desfiles do grupo especial na capital paulista, a abertura fica por conta da Pérola Negra, a vencedora do Grupo de Acesso em 2013, às 22h30. Na sequência, vem a Gaviões da Fiel, antes da atual campeã do carnaval, Mocidade Alegre, que é a terceira a entrar na avenida à 0h30. A continuação da festa fica por conta dos desfiles da Nenê de Vila Matilde, Águia de Ouro e Império da Casa Verde, nesta ordem. O fechamento das apresentações fica a cargo da Acadêmicos do Tatuapé, já depois das 5h.

Cada agremiação terá um tempo entre 55 e 65 minutos de desfile. A estimativa da SPTuris é de que o investimento médio das escolas do Grupo Especial gire em torno de R$ 2,5 milhões e que cada uma conte com aproximadamente 3 mil componentes. No total, cerca de 5,4 mil pessoas trabalham na preparação dos desfiles de carnaval nas escolas.

A expectativa é de lotação total do Anhembi, de 30 mil pessoas nas duas noites, contando arquibancadas e camarotes. Os preços dos ingressos neste ano variaram de R$ 90, no setor mais barato, a R$ 2.640 por uma mesa com quatro lugares. Ainda há, porém, ingressos à venda nas bilheterias do sambódromo.

A entrada da plateia que irá assistir o desfile entre os setores A e E será feita pelos portões que ficam ao longo da Marginal Tietê. Aqueles que têm ingresso para os setores de F a J entram pela Avenida Olavo Fontoura. Não será permitida a travessia de um lado para outro, portanto o público deve procurar o lado correto para ingressar no Anhembi.

Não será permitida a entrada no Sambódromo com garrafas de vidro, latas, fogos, bandeiras com mastro, armas, substâncias tóxicas, caixas térmicas e guarda-chuvas com ponta.

As crianças menores de cinco anos não podem entrar e os menores de 16 anos devem estar acompanhados de pais ou representantes responsáveis.