Celular da filha de Bush é oferecido em site de leilões

Um desconhecido ofereceu nesta quinta-feira na internet o telefone celular roubado na capital argentina de uma das filhas do presidente dos Estados Unidos, em uma mensagem na qual brincava afirmando que Bin Laden seria o responsável por fazer a entrega. "Telefone celular de Barbara Bush. Que ótima oportunidade! Com agenda incluída. Você pode ligar para W. Bush e dizer tudo o que sempre quis: Iraque, petróleo, economia", afirmava o aviso colocado por um usuário no site de leilões Mercado Livre e tirado do ar poucos minutos depois pelos responsáveis do portal. Fontes do Mercado Livre disseram que o aviso foi tirado da rede por causa da "falta de seriedade, por se tratar de um artigo duvidoso e por não cumprir as condições do site". Apesar de não terem sido realizadas ofertas pelo telefone celular, cujo preço mínimo era de 1.000 pesos (cerca de US$ 322), o aviso gerou uma grande quantidade de comentários entre os usuários deste site de leilões. O vendedor do telefone dizia que o aparelho possuía "uma extensa agenda: Casa Branca, Pentágono, FBI, CIA, FMI, além de personalidades como Michael Jackson, George Bush pai, Paris Hilton, Madonna, Ozzy Osbourne e muito mais". "Não perca esta incrível oportunidade. O próprio Bin Laden leva para você de moto", dizia a mensagem. Barbara e Jenna, a filhas gêmeas do presidente dos EUA, viveram dias agitados na capital argentina durante a última semana. Durante um passeio, Barbara teve seu celular roubado no bairro de San Telmo.

Agencia Estado,

01 Dezembro 2006 | 04h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.